Leilão do Estado: bens públicos podem ser visitados a partir desta segunda

Certame possui 230 lotes como carros, móveis, materiais elétricos e até uma locomotiva e vagões de trem

Por Redação
30/03/2024 às 07h30
  • Compartilhe
Foto: Ascom Saeb
Foto: Ascom Saeb

O período para visitação lotes do Leilão 01/2024 começa nesta segunda-feira (25). Ao todo serão leiloados 230 lotes, avaliados em R$ 11 milhões, contendo itens como carros, móveis, materiais elétricos, eletrônicos e até uma locomotiva e dois vagões de trem. Os Interessados podem vistoriar os bens públicos do certame em Salvador e em três cidades do interior do estado. 

O Leilão 01/2024 será realizado no dia 04 de abril, de forma eletrônica, por intermédio do site Cravo Leilões. O certame possui lotes com lance inicial que vão de R$ 200,00 até R$ 1,1 milhão. Entre os itens estão 127 veículos como carros, picapes, caminhões e até um ônibus, além de diversos itens ferroviários como trilhos de ferro e dormentes de madeira.

Além da capital baiana, os lotes estão disponíveis para visita em Simões Filho, Barreiras e Guanambi. Os interessados devem consultar os endereços para visitação no Edital do Leilão e realizar agendamento prévio pelo telefone (71) 9 8183-4104 ou pelo e-mail: comissao.leilao@saeb.ba.gov.br. 

O Leiloeiro oficial Viriato Domingues Cravo foi escolhido por sorteio para comandar o certame. O Leilão é do tipo maior lance ou oferta, ou seja, arremata o lote o licitante que oferecer o valor mais alto. Para participar, os interessados deverão se cadastrar no site, em até 48 antes do início do certame. 

Os lances poderão ser ofertados de forma antecipada, no ambiente virtual, 10 dias antes da sessão pública, sem prejuízo dos lances posteriormente ofertados, no dia e horário marcados para o início do certame. O licitante vencedor deverá pagar o lote à vista, por transferência ou depósito bancário, conforme orientações do leiloeiro. Também pagará, a título de comissão, 5% sobre o valor da arrematação.

Os bens públicos que serão leiloados não estavam mais sendo utilizados pelos órgãos públicos ou extrapolaram o prazo máximo de utilização, estabelecido pela legislação, como no caso dos veículos. A receita obtida com o Leilão será recolhida ao Tesouro Estadual e utilizada para novos investimentos do Governo do Estado.

 

Leia também:

Taxa de desemprego fica em 7,8% no trimestre até fevereiro, revela IBGE

Governo publica medida provisória que prorroga Desenrola até 20 de maio

Caixa começa a oferecer financiamentos com FGTS Futuro em abril