Pular para o conteúdo
Início » Alexandre Aleluia propõe PL para alterar gestão de poda de árvores em Salvador

Alexandre Aleluia propõe PL para alterar gestão de poda de árvores em Salvador

Alexandre Aleluia propõe PL para alterar gestão de poda de árvores em Salvador
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)
O projeto, segundo o vereador, tem o objetivo de facilitar a participação da iniciativa privada na manutenção das copas das árvores na cidade

O vereador Alexandre Aleluia (PL) apresentou um projeto de lei, na Câmara Municipal de Salvador (CMS), que visa modificar a atual gestão dos serviços de poda de árvores na capital baiana. A proposta permite que empresas privadas especializadas, com profissionais técnicos habilitados, realizem a poda de árvores em áreas públicas e privadas da cidade, dispensando a necessidade de autorização prévia da Prefeitura. A exceção vale para casos de supressão ou poda drástica, que continuarão a exigir autorização municipal.

O projeto, segundo o vereador Aleluia, tem o objetivo de facilitar a participação da iniciativa privada na manutenção das copas das árvores na cidade, descentralizando a exclusividade que atualmente pertence à Prefeitura de Salvador. De acordo com a proposta, as empresas deverão cumprir requisitos técnicos específicos, sob pena de multa de R$ 5.000,00 por infração.

O projeto também estipula outras penalidades para as empresas que descumprirem as normas estabelecidas, como a compensação com replantio de árvores e suspensão das atividades em caso de reincidência. Já a fiscalização das atividades ficará a cargo da Prefeitura, que também será responsável pela manutenção de uma lista pública, disponível online, das empresas autuadas por descumprimento da legislação.

Alexandre Aleluia enfatizou a necessidade de mudança e afirmou que o órgão responsável pelas podas, a Secretaria de Manutenção da Cidade (Seman), tem demonstrado dificuldades em suprir as demandas da cidade. “Hoje, a SEMAN não consegue nem suprir as demandas da cidade e não permite que os indivíduos solucionem seus problemas. É preciso deixar o setor privado ajudar”, afirmou.

O vereador ressaltou ainda que “essa medida visa aprimorar a gestão dos serviços de poda de árvores em Salvador, permitindo que empresas especializadas possam contribuir de forma eficiente na manutenção das áreas verdes da cidade. Ao proporcionar essa abertura ao setor privado, esperamos não só melhorar a qualidade dos serviços, mas também promover uma maior agilidade nas intervenções necessárias, beneficiando toda a comunidade”.

Ainda segundo o edil, a nova legislação busca promover uma “gestão mais eficiente e transparente” das áreas verdes da cidade, ao mesmo tempo em que incentiva a participação do setor privado na manutenção ambiental de Salvador. O projeto de lei está agora em tramitação na Câmara Municipal, aguardando a análise das comissões e votação pelos vereadores.

Leia também:

Bruno Reis diz que soteropolitano vai saber escolher o melhor nas eleições municipais

Especialista em Direito Eleitoral alerta sobre riscos das propagandas antecipadas

Ex-deputado Jutahy diz que eleição municipal é diferente da estadual e prega favoritismo de Bruno

Divulgação
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)