Pular para o conteúdo
Início » Seguem abertas as inscrições para o 2º ciclo do Acelera Iaô

Seguem abertas as inscrições para o 2º ciclo do Acelera Iaô

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Estão sendo oferecidas 180 vagas exclusivas para a área de alimentação.

Continuam aberta as incrições para os afroempreendedores, que trabalham com alimentação, na segunda fase do Acelera Iaô. Com encerramento no dia 23 de maio, as inscrições podem ser feitas no site da Associação Fábrica Cultural.

Neste segundo ciclo do Iaô Labs, serão oferecidas 180 vagas, exclusivas para a área de alimentação. As 180 vagas para o segmento podem ser concorridas por empreendedoras e empreendedores negros, pardos e indígenas maiores de 18 anos, residente em Salvador, região metropolitana e cidades da Bahia, com empreendimento em atividade há, no mínimo, 6 meses.

Os contemplados terão seus negócios estimulados através das qualificações do Programa Acelera Iaô, que tem como grande diferencial o atendimento gratuito das marcas selecionadas para os Labs nas áreas oferecidas nos dois ciclos.

A partir de cada etapa, os empreendedores terão a possibilidade de serem premiados com investimento semente, no valor de R$10.000,00. A premiação é direcionada para os empreendimentos que mais se destacaram ao longo dos ciclos I e II do programa. Com a primeira turma já em processo de formação, os selecionados para o segundo ciclo irão frequentar aulas em formato híbrido, com aulas online e encontros presenciais. 

A qualificação tem como proposta fomentar o trabalho de empreendimentos negros por meio do apoio e da aceleração dos negócios criativos. Não podem participar os empreendedores que foram contemplados com premiações dos programas da Associação Fábrica Cultural.

O acelera visa a promoção da igualdade de gênero ao oportunizar a inclusão socioprodutiva, criativa e econômica de mulheres, sobretudo da Bahia. O programa dispõe de uma infraestrutura, com coworking, estúdio de fotografia e salas multiuso para potencializar de forma efetiva os produtos e as estratégias de comunicação das marcas. Dentro da proposta de promover e impulsionar a educação empreendedora afro centrada, os participantes serão estimulados a ter autonomia e gerar renda em seus negócios, através do conhecimento técnico/estético/criativo e o uso das ferramentas digitais.

 

 

Leia também:

SAC do Uruguai passa a ofertar serviços do Procon 

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)