De virada, Bahia perde para o rebaixado América-MG e vai à última rodada no Z4 do Brasileirão

Tricolor enfrenta o Atlético-MG na Arena Fonte Nova, na próxima quarta-feira (6) e não depende de si para evitar a Série B

Por Redação
04/12/2023 às 08h43
  • Compartilhe
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Matematicamente rebaixado, o América-MG venceu o Bahia de virada por 3 a 2 neste domingo (3), na Arena Independência, em Belo Horizonte, e complicou a situação do tricolor na luta contra o rebaixamento.

Os gols foram marcados por Ricardo Silva e Renato Marques (duas vezes), para o América-MG, e Everaldo, de pênalti, e Ademir fizeram os gols do Bahia. O Coelho teve um jogador expulso aos 17 do segundo tempo, Mateus Henrique fez uma falta em Biel. O árbitro chegou a marcar um pênalti, mas o VAR anulou por ter sido fora da área.

O América-MG encerra a participação na série A do Campeonato Brasileiro contra o Goiás no Estádio da Serrinha. Já o Bahia ainda luta para se salvar do rebaixamento e encara o Atlético-MG na Arena Fonte Nova.

Os dois jogos serão nesta quarta-feira (6) às 21h30.

 

Ceni envergonhado

Na entrevista coletiva após a partida, o técnico Rogério Ceni disse estar envergonhado e ressaltou que o campeonato ainda não acabou.

"Eu me sinto envergonhado pelo meu trabalho, sendo bem sincero. Acho que nós tentamos de todas as maneiras fazer o gol, tivemos todas as oportunidades e criamos muito. Infelizmente a bola não entrou. O torcedor logicamente fica envergonhado com o resultado assim como a gente. Temos que tentar reunir forças para quarta-feira, o campeonato não acabou. Lamento não ter conseguido minimamente um ponto em dois jogos, um deles contra um time que já caiu."

Para escapar do rebaixamento, o Bahia vai precisar fazer a sua parte contra o Atlético-MG, na última rodada, nesta quarta-feira, e torcer por tropeços de Santos e Vasco, rivais diretos no Z4.

"Isso não tem como mudar em dois dias. A bola pode entrar no próximo jogo. Acho que não teremos tantas oportunidade quanto tivemos hoje, mas já aproveitamos jogos com menos espaços e concluímos melhor a gol. Agora é impossível mudar em dois dias. Um será de recuperação, e outro de treino leve para preparar os atletas com mínimas energias para entrar com o melhor time contra o Atlético-MG", disse Ceni.

 

Leia também: