Pular para o conteúdo
Início » PT-BA participa no ato em defesa da democracia em Salvador neste sábado

PT-BA participa no ato em defesa da democracia em Salvador neste sábado

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Gleisi Hoffmann, Wagner e Jerônimo são algumas das autoridades confirmadas no evento ao Dia Nacional de Mobilização, no Pelourinho

O PT-BA vai se unir aos movimentos sociais e outros partidos de esquerda no ato político e cultural em defesa da democracia, no Dia Nacional de Mobilização, que será realizado, no sábado (23), em Salvador. As presenças do governador Jerônimo Rodrigues, do senador Jaques Wagner e da deputada federal Gleisi Hoffmann (presidente nacional do PT) estão confirmadas no evento marcado para acontecer, às 15 horas, no Largo do Pelourinho. O ato acontece simultaneamente em diversas capitais e municípios do país. 

O presidente do PT-BA, Éden Valadares, afirmou que a mobilização nacional é para que não haja anistia e sim punição aos golpistas. “Mobilizando toda a sociedade civil a favor da democracia e contra todos os golpes no Brasil, relembrando os 60 anos do golpe militar no Brasil e contra os golpes tentados pela turma de Bolsonaro. E esse golpe que é o pedido de anistia, que em vez de responsabilizar aqueles que tentaram promover o novo golpe no Brasil, querem premiar os golpistas. Então, às ruas, às redes, ao Pelourinho, no sábado, às 15 horas”.

A secretária nacional de Movimentos Populares, Lucinha Barbosa, falou sobre a importância da mobilização e organização da militância, representações populares e movimentos sociais para somar forças aos atos que serão promovidos em Salvador e em diversas outras cidades brasileiras. “Vamos estar nas ruas, na defesa pela democracia, punição aos golpistas e não à anistia, sem anistia. E até para isso, precisamos movimentar as ruas”, disse Lucinha.

A secretária de Movimentos Populares do PT-BA, Rafaella Rios, afirmou que a articulação do ato tem sido uma construção coletiva. “O caminho que escolhemos para construir esse processo de mobilização foi um processo de retomada da articulação entre as frentes Brasil Popular, Frente Povo Sem Medo e as diversas organizações e partidos de esquerda. Estamos com uma mobilização bastante intensa aqui em Salvador e na Região Metropolitana. Será um ato político cultural com a presença de artistas, personalidades políticas, líderes religiosos que defendem a democracia” acrescentou a petista, ao destacar que mais de 40 organizações vão participar do ato na capital baiana e na RMS.

Investigação

Na última sexta-feira (4), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, retirou o sigilo dos depoimentos recolhidos pela Polícia Federal de militares que faziam parte da gestão do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Nas declarações divulgadas, integrantes das Forças Armadas ouvidos na investigação apontam envolvimento do ex-presidente na tentativa de golpe, após o presidente Lula vencer as eleições de 2022.

 

Leia também:

Moraes dá 15 dias para PGR opinar sobre indiciamento de Bolsonaro

Polícia Federal indicia Bolsonaro e Mauro Cid por falsificação de certificado vacinal

Militares de alta patente reforçam delação de Cid e PF fecha cerco a Bolsonaro

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)