Pular para o conteúdo
Início » CNC eleva previsão do PIB para 1,2%

CNC eleva previsão do PIB para 1,2%

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)
Após a divulgação do PIB do terceiro trimestre pelo IBGE, com alta de 0,6%, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) elevou a própria previsão para o ano de 1% par 1,2% positivos. Para 2020, projeção da CNC é de alta no PIB de 2,2%. Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo boletim Focus/Banco Central esperam uma expansão da economia de 0,99% este ano. Para a entidade do varejo, no terceiro trimestre a inflação baixa, maior demanda por crédito e estímulos à economia levaram o consumo das famílias a registrar maior alta em dois anos.  “A economia tem apresentado uma trajetória de recuperação gradual, mas sólida. Nossa expectativa é que ocorra uma aceleração no ritmo de crescimento nos próximos meses. O comércio, os serviços e o turismo terão, com certeza, um papel determinante no bom desempenho esperado para a economia brasileira em 2020”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros. Após a divulgação do PIB do terceiro trimestre pelo IBGE, com alta de 0,6%, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) elevou a própria previsão para o ano de 1% par 1,2% positivos. Para 2020, projeção da CNC é de alta no PIB de 2,2%. Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo boletim Focus/Banco Central esperam uma expansão da economia de 0,99% este ano. Para a entidade do varejo, no terceiro trimestre a inflação baixa, maior demanda por crédito e estímulos à economia levaram o consumo das famílias a registrar maior alta em dois anos.  “A economia tem apresentado uma trajetória de recuperação gradual, mas sólida. Nossa expectativa é que ocorra uma aceleração no ritmo de crescimento nos próximos meses. O comércio, os serviços e o turismo terão, com certeza, um papel determinante no bom desempenho esperado para a economia brasileira em 2020”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros. Redação

Após a divulgação do PIB do terceiro trimestre pelo IBGE, com alta de 0,6%, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) elevou a própria previsão para o ano de 1% par 1,2% positivos. Para 2020, projeção da CNC é de alta no PIB de 2,2%. Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo boletim Focus/Banco Central esperam uma expansão da economia de 0,99% este ano.

Para a entidade do varejo, no terceiro trimestre a inflação baixa, maior demanda por crédito e estímulos à economia levaram o consumo das famílias a registrar maior alta em dois anos.  “A economia tem apresentado uma trajetória de recuperação gradual, mas sólida. Nossa expectativa é que ocorra uma aceleração no ritmo de crescimento nos próximos meses. O comércio, os serviços e o turismo terão, com certeza, um papel determinante no bom desempenho esperado para a economia brasileira em 2020”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Após a divulgação do PIB do terceiro trimestre pelo IBGE, com alta de 0,6%, a Confederação Nacional do Comércio (CNC) elevou a própria previsão para o ano de 1% par 1,2% positivos. Para 2020, projeção da CNC é de alta no PIB de 2,2%. Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo boletim Focus/Banco Central esperam uma expansão da economia de 0,99% este ano.

Para a entidade do varejo, no terceiro trimestre a inflação baixa, maior demanda por crédito e estímulos à economia levaram o consumo das famílias a registrar maior alta em dois anos.  “A economia tem apresentado uma trajetória de recuperação gradual, mas sólida. Nossa expectativa é que ocorra uma aceleração no ritmo de crescimento nos próximos meses. O comércio, os serviços e o turismo terão, com certeza, um papel determinante no bom desempenho esperado para a economia brasileira em 2020”, afirma o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)