Pular para o conteúdo
Início » Parada do Orgulho LGBT+ leva milhares de pessoas à Avenida Paulista neste domingo

Parada do Orgulho LGBT+ leva milhares de pessoas à Avenida Paulista neste domingo

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Neste ano, os participantes foram incentivados a utilizar também as principais cores nacionais: o verde e o amarelo

A 28ª edição da Parada do Orgulho LGBT+ de São Paulo começou, no início da tarde deste domingo (2). Neste ano, os participantes foram incentivados a utilizar também as principais cores nacionais: o verde e o amarelo.

Com início às 13 horas e término às 18 horas, o trajeto começou na Avenida Paulista, sentido Consolação, com a Rua Peixoto Gomide (próximo ao Masp), terminando na Rua Caio Prado, com os trios elétricos sendo desligados.

O tema escolhido para a 28ª edição foi “Basta de negligência e retrocesso no Legislativo: vote consciente por direito da população LGBT+”. Segundo a Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP), o evento é voltado a “combater o preconceito e apoiar representantes que promovam políticas públicas afirmativas e joguem luz em pautas sobre direitos humanos”.

Apesar do início oficial às 13 horas, a concentração oficial do evento começou às 10 horas. Ao todo, 16 trios elétricos com mais de 50 atrações foram escalados para a programação. Entre as atrações confirmadas, foram escolhidos os seguintes artistas: Sandra de Sá, Pabllo Vittar, Gloria Groove, Filipe Catto, Banda Uó, Tiago Abravanel e Minhoqueens.

O evento reúne anualmente moradores de São Paulo e turistas de todas as idades e de todo o País, gerando grande movimentação na rede hoteleira paulistana. De acordo com a organização, a parada é uma “manifestação social que reivindica direitos, promove a visibilidade e celebra a diversidade, com ações políticas e afirmativas”.

A primeira edição da parada ocorreu em 1997, com cerca de 2 mil pessoas. Segundo a organização, o evento já chegou a ultrapassar a marca de 4 milhões de participantes em uma única edição. A recomendação da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) foi a de que os motoristas procurassem utilizar vias alternativas, evitando passar nas imediações do evento.

 

Leia também:

Adoções por casais homoafetivos alcançam recorde no Brasil

Setur anuncia ações para turismo LGBTQIAPN+ na Bahia

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)