header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Lideranças sindicais reivindicam remuneração e trabalho decente em ato realizado na capital baiana

Lideranças sindicais reivindicam remuneração e trabalho decente em ato realizado na capital baiana

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Mobilização também foi realizada em cidades do interior, com representações dos movimentos

O Ato “Por um Brasil mais Justo”, realizado nesta quarta-feira (1º), Dia do Trabalhador, no Farol da Barra, em Salvador, pela CUT, CTB, Força Sindical, UGT, Nova Central e CSB, contou com a participação de diversas lideranças das centrais sindicais, membros da Executiva do PT Bahia, e reuniu trabalhadoras e trabalhadores.

A mobilização tambem foi realizada em cidades do interior, com representações dos movimentos de 27 territórios de identidade da Bahia. 

Na mobilização, os dirigentes das centrais sindicais destacaram que o 1° de Maio é um dia de comemoração das conquistas, mas também de luta, de resistência e de diálogo, com uma agenda de reivindicação da redução das taxas de juros, de remuneração digna e trabalho decente, que gere emprego e renda para as trabalhadoras e os trabalhadores do Bahia e do Brasil.

A presidente da CUT e membra da Executiva do PT Bahia, Maria Madalena Firmo (Leninha), afirmou que a pauta reivindicada hoje, de emprego decente, menos juros, aposentadoria digna, correção da tabela do imposto de renda e valorização do serviço público, faz parte de uma pauta nacional.

“E que nós vamos entregar ao presidente Lula no dia 22 de maio na Marcha dos Trabalhadores e Trabalhadoras a Brasília, e vamos entregar também ao Congresso Nacional, porque nós não podemos permitir que o Congresso atrapalhe o trabalho de Lula em defender a vida do povo, em melhorar a vida do povo. E nós vamos nos encontrar, o Brasil inteiro, 22 de maio para entregar a pauta e dar o recado de que estamos atentos e não vamos aceitar nenhuma retrocesso”, afirmou Leninha.

As atividades que marcaram o Dia do Trabalhador tiveram início às 07 horas, com serviço de recreação infantil, corrida, serviços de intermediação de mão de obra, de registros de documentação, serviços de saúde, recolhimento de alimentos para o programa Bahia Sem Fome, com apoio do Governo da Bahia, por meio das Secretarias de Estado. Em comemoração à data, foram promovidas também atividades culturais.

 

Leia também:

Lula sanciona isenção do Imposto de Renda para quem ganha até dois salários mínimos em ato das centrais sindicais

Em ato do 1º de Maio, Lula exalta aumento dos empregos gerados e crescimento real do salário

Jerônimo nomeia José Carlos Souto como novo secretário de Administração Penitenciária

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política