header1_bg
1__BANNER_728x90
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_CAPITAL_728x90___SAO_JOAO_2024
BANNER_728x90___BRT_LAPA
BANNER_728x90___E_LAURO__E_TRABALHO
1__BANNER_728x90
Pular para o conteúdo
Início » Com capacidade para atender cerca de cinco mil pessoas, Centro de Acessibilidade é entregue a população

Com capacidade para atender cerca de cinco mil pessoas, Centro de Acessibilidade é entregue a população

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Inauguração do espaço, que vai oferecer serviços para pessoas com deficiências, aconteceu na manhã desta terça-feira, no Comércio

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) entregou na manhã desta terça-feira (12), a Central de Acessibilidade Comunicacional de Salvador (CACS), localizada no bairro do Comércio, em Salvador. Estiveram presentes na inauguração a vice-prefeita e secretária municipal de Saúde, Ana Paula Matos; secretário de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Júnior Magalhães, além de outras autoridades.

Bruno Reis afirmou que a entrega do CACS era um compromisso da sua gestão, com objetivo de atender milhares de pessoas com deficiências que precisam desse tipo de serviço.

“Nós estamos oferecendo à cidade um novo serviço, um centro para atender as pessoas cegas, furtas e de baixa visão. Esse centro vai fazer qualificação de 120 pessoas para trabalhar com a audiodescrição, e de 200 pessoas para trabalhar com libras. Vamos atender quase 5 mil pessoas da nossa cidade que precisam desse serviço que vai auxiliar, por exemplo o atendimento médico. Então, quando o médico vai atender um paciente que for surdo ou cego, vai poder acionar essa central para que haja essa comunicação e ele possa entender o que o paciente necessita, também irá possibilitar que todas as pessoas da nossa cidade que sofrem pelas dificuldades que têm com a deficiência, tenham uma comunicação melhor. Era um compromisso nosso e hoje nós temos um centro entregue aqui no Comércio, na área central da nossa cidade, para atender milhares de pessoas com deficiências que precisam de serviços tão relevantes como esse”, destacou o gestor municipal a imprensa.

 

Medicamento à base de Cannabis

Na ocasião, o prefeito Bruno Reis falou sobre a aprovação do Projeto de Lei (PL), que prevê a distribuição gratuita de medicamentos à base de Cannabis nas unidades de saúde pública municipais, e privadas conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS) no município.

“Quando a Câmara aprovou este projeto, houve uma forte mobilização nas redes sociais, nos eventos que participava, e eu tomei a decisão. Depois, todo o respaldo técnico de sancionar e agora, como é uma novidade ainda no Brasil, algo que está aos poucos sendo introduzido na medicina, existem algumas barreiras burocráticas ilegais para serem vencidas. Nós estamos vencendo essas formalidades para poder fazer aquisição.

O PL nº 172/2021 é de autoria do vereador André Fraga (PV) e também estabelece a criação de uma política municipal de uso da cannabis para fins medicinais.

A política municipal instituída pelo texto permite que famílias de baixa renda que não têm condições financeiras de aderir ao tratamento de diversas doenças pelos altos custos de compra e frete internacional tenham acesso gratuito aos medicamentos.

 

Confira entrevista:

 

Leia também:

Júnior Magalhães diz que a Central de Acessibilidade Comunicacional vai promover a inclusão das pessoas com deficiência

Marcações:

Política