header1_bg
BANNER_728x90___COMBATE_A_DENGUEpx_1
Pular para o conteúdo
Início » Após 4h de atraso em garagem, primeiros ônibus saem de Campinas de Pirajá

Após 4h de atraso em garagem, primeiros ônibus saem de Campinas de Pirajá

2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Nova paralisação está prevista para acontecer na próxima segunda-feira (29), por volta do meio-dia na estação da Lapa

Após 4 horas de atraso, primeiros ônibus começaram a sair, por volta das 7h45 desta quinta-feira (25), da garagem Campinas de Pirajá. A paralisação parcial aconteceu para realização de uma assembleia dos rodoviários da concessionária Ótima Transporte (OT Trans) que votaram pela aprovação para que o Sindicato dos Rodoviários da Bahia entre com uma ação na Justiça contra casos de assédio moral. Uma nova manifestação está marcada para a próxima segunda-feira (29), por volta do meio-dia, na estação da Lapa.

Para isso, desde às 3h30 da manhã foram recolhidas assinaturas. Segundo o Sindicato, dos 5 mil funcionários das quatro garagens da empresa Integra, mais de 3 mil já foram vítimas de assédio moral. Além disso, outro motivo dessa paralisação foi o descumprimento de pontos do acordo coletivo de trabalho, como o não pagamento do prêmio de assiduidade, que é quando o trabalhador não tem nenhuma falta no período de um ano tem o direito a receber três diárias no retorno das férias e, segundo o Sindicato, isso não está acontecendo.

Outro item é a escala que deve ser divulgada com oito dias de antecedência, mas o trabalhador está tendo o conhecimento apenas na véspera do trabalho. Também reclamam da redução dos veículos que fazem a “panha”, tanto para pegar o trabalhador em casa e trazer pra garagem, quanto aquele que larga tarde da noite, por volta das 22 horas, por exemplo, mas o Sindicato diz que só está conseguindo se deslocar para casa após 2h ou 3 horas de largar o serviço.

A Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) enviou uma equipe para acompanhar a assembleia e colocou em operação, na manhã desta quinta, o plano de contingência para mitigar os efeitos do atraso na saída dos ônibus da garagem G3. Em nota encaminhada à imprensa, a Semob informou que “coletivos de outras garagens foram realocados para atender a demanda, além de veículos do Sistema de Transporte Especial Complementar (STEC)”.

Cerca de 251 ônibus que rodam nessa garagem estão saindo e atendem sete bairros e duas estações: Tancredo Neves, Arenoso, Sussuarana, Aeroporto, Cabula, Fazenda Grande do Retiro, Conjunto ACM e as estações Muçurunga e Acesso Norte. Ainda na assembleia, o Sindicato informou que, por volta das 9 horas, vai ser realizada a sexta rodada de negociação com os empresários. Essa reunião faz parte da campanha salarial da categoria e prevê 44 itens na pauta. Entre eles, está o pedido de reajuste salarial de 4% de ganho real e 10% de reajuste no ticket de alimentação. Outra demanda dos rodoviários é que eles passem a ter gratuidade na integração com o metrô. Hoje, eles precisam pagar para entrar no metrô.

 

Leia também:

Rodoviários vão atrasar saída dos veículos da garagem nesta quinta-feira

Marcações:
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE

Política