header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Carnaval da Bahia 2024 tem marca histórica, com três milhões de turistas e R$ 6,6 bilhões de receita

Carnaval da Bahia 2024 tem marca histórica, com três milhões de turistas e R$ 6,6 bilhões de receita

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Rede hoteleira teve ocupação entre 95% e 100%, enquanto o aeroporto da capital baiana recebeu 26% a mais de voos, em comparação ao ano passado

As estimativas da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) foram confirmadas, com o Carnaval da Bahia 2024 registrando resultados históricos. Cerca de três milhões de visitantes circularam em Salvador e 87 cidades do interior, onde a festa aconteceu neste período, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Sufotur). A movimentação recorde injetou R$ 6,6 bilhões na economia. 

A rede hoteleira teve ocupação entre 95% e 100%, enquanto o aeroporto da capital baiana recebeu 26% a mais de voos, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os principais polos emissores nacionais foram São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Buenos Aires (Argentina) liderou a emissão internacional, que incluiu a operação do voo fretado de Varsóvia (Polônia). No porto de Salvador, atracaram três navios de cruzeiro, que trouxeram 18 mil passageiros.

O titular da pasta, Maurício Bacelar, ressalta que os números do turismo são resultado da preparação do Governo Estado para a festa. “O Carnaval é uma atividade transversal. São muitos os atores que contribuíram para os resultados virtuosos, tanto na alegria como na economia. Iniciamos as ações da secretaria com receptivos nos principais portões de entrada e em sete pontos da cidade, a fim de criar empatia e acolhimento aos visitantes”, apontou o secretário. Segundo ele, o trabalho tem impacto, também, depois da festa, “Muitas pessoas voltam para conhecer outros atrativos nas 13 zonas turísticas baianas”, completou Bacelar. 

Os turistas brasileiros e estrangeiros contaram com receptivo especial e atendimento da Setur-BA, em Salvador (porto, rodoviária, aeroporto, circuitos da folia e 11 hotéis), com uma equipe de guias de turismo, agentes de informação e intérpretes, além de rede Wi-Fi gratuita no Pelourinho. Foi iniciada ainda pesquisa sobre o perfil do visitante, atividades durante a viagem e avaliação dos serviços, realizada em Salvador, Camaçari (Arembepe e Guarajuba), Mata de São João (Praia do Forte), Lençóis e Porto Seguro. Foram atendidas 5.380 pessoas: 80% de origem nacional e 20% internacional; 51% do público foram de mulheres, 43% de homens e 6% de não-binários. De acordo com a Setur, os dados vão basear as ações futuras de promoção do destino Bahia.

Nesta quarta-feira de Cinzas (14) e quinta (15), a Setur-BA realiza, no aeroporto e na rodoviária de Salvador, a ação promocional ” Até Breve”, com trio de forró e dançarinos, convidando os turistas para o São João da Bahia.

“Reconhecemos a grandeza do Carnaval de Salvador. Mas, não abrimos mão de destacar o Carnaval da Bahia, porque no interior as pessoas também fazem uma grande festa, com muita tranquilidade, e os números comprovam isso”, afirmou o governador Jerônimo Rodrigues durante a coletiva para apresentação do balanço geral do Carnaval da Bahia 2024, na manhã desta quarta (14).

Saúde

Com um aporte de mais de R$ 3,7 milhões na festa deste ano, a Secretaria da Saúde (Sesab) estabeleceu 2.129 plantões médicos, de equipes de apoio institucional e de fiscalização, reforçando a assistência aos cidadãos. Foram colocados em operações o Centro de Atendimento a Múltiplas Vítimas, no HGE, e o Serviço de Atendimento às Mulheres Expostas à Violência Sexual (AME), no Hospital da Mulher. Também montou ações de comunicação, levando informações através de peças publicitárias, e ainda distribuiu quase um milhão de preservativos.

O balanço da Sesab indica ainda que, de quinta (8) até esta quarta-feira (14), foram registradas 127 ocorrências médicas, de média e alta complexidade, mas sem gravidades maiores. Foram ainda coletadas 1.053 bolsas de sangue e 13 estabelecimentos foram fiscalizados pela Corregedoria da Saúde.

“Considerando um universo de 11 milhões de pessoas passando pelos circuitos oficiais, o resultado é bastante positivo. E isso se deve ao trabalho integrado entre as secretarias de Saúde e Segurança Pública, município e Samu. Vale ressaltar que sempre trabalhamos para que não tenha nenhum caso, pois a gente quer que todo mundo vá e volte com tranquilidade”, afirmou a secretária de Saúde, Roberta Santana. 

Desde o início das festividades, os foliões tiveram à disposição postos de testagem rápida para infecções sexualmente transmissíveis (IST). Até esta quarta-feira (14), os espaços instalados nos bairros Ondina e Barra, na capital, e na cidade de Porto Seguro, realizaram 11.805 mil exames, com 236 casos positivos. Desses, 199 foram para sífilis e 51 pessoas iniciaram o tratamento imediatamente. 

“Isso mostra a necessidade de uma atuação efetiva, o fortalecimento da testagem rápida nos postos de saúde e nas UBS, para que a gente intensifique o trabalho de prevenção”, complementou Roberta Santana.

Leia também:

Bruno Reis comemora sucesso do Carnaval de Salvador: “Trouxemos o maior público da história”

Confira os balanços finais do Carnaval de Salvador 2024

‘Macetando’ é escolhida pelo público como “Música do Carnaval”

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política