Pular para o conteúdo
Início » Sesab negocia parceria com a Rede Mater Dei para oferecer tratamento oncológico radioterápico aos pacientes do SUS

Sesab negocia parceria com a Rede Mater Dei para oferecer tratamento oncológico radioterápico aos pacientes do SUS

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Atualmente, a Bahia possui 15 aceleradores lineares para o tratamento radioterápico no SUS

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) está negociando com a Rede Mater Dei para ofertar serviços de radioterapia aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). A informação foi confirmada pela secretária da Saúde do Estado, Roberta Santana, que se reuniu, na última segunda-feira (13), com o presidente do Conselho de Administração da Mater Dei, Henrique Salvador, e com o CEO da Rede, José Henrique. 

“Reconhecendo os desafios da oncologia no Brasil, em especial o acesso ao tratamento radioterápico, estamos abertos ao diálogo com todos os entes interessados para expandir a oferta de serviços nessa área. A colaboração é chave para avançarmos mais rapidamente na missão de prover saúde”, afirmou a titular da Sesab.

Ainda segundo Roberta, na Bahia, oito a cada dez baianos dependem exclusivamente do SUS. Por conta disso, ela acredita ser necessário contratar “serviços com a rede filantrópica e privada e, somente em 2023, o Governo do Estado investiu mais de R$ 1,2 bilhão na contratação de leitos, cirurgias, exames e outros serviços através da rede complementar”, ressaltou.

Atualmente, a Bahia possui 15 aceleradores lineares para o tratamento radioterápico no SUS, estando 14 em funcionamento nos municípios de Salvador (7), Feira de Santana (2), Itabuna (2), Vitória da Conquista (1), Lauro de Freitas (1) e Juazeiro (1). O 15º equipamento aguarda autorização de funcionamento da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) e está localizado em Teixeira de Freitas. Outros quatro equipamentos estão previstos para Irecê, Barreiras, Vitória da Conquista e Salvador. Ao todo, a Bahia alcançará 19 equipamentos até o final de 2026.

Tratamento radioterápico

A radioterapia é um tratamento no qual se utilizam radiações ionizantes (raios-x, por exemplo), que são um tipo de energia, para destruir as células do tumor ou impedir que elas se multipliquem. Essas radiações não são vistas durante a aplicação e o paciente não sente nada durante a aplicação. A maioria dos pacientes com câncer é tratada com radiações e o resultado costuma ser muito positivo. O tumor pode desaparecer e a doença ficar controlada, ou, até mesmo, o paciente ser curado.

Quando não é possível obter a cura, a radioterapia pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida. Isso porque as aplicações diminuem o tamanho do tumor, o que alivia a pressão, reduz hemorragias, dores e outros sintomas, proporcionando alívio aos pacientes.

Em alguns casos, a radioterapia pode ser usada em conjunto com a quimioterapia, que utiliza medicamentos específicos contra o câncer. Isso vai depender do tipo de tumor e da escolha do tratamento ideal para superar a doença. O número de aplicações necessárias pode variar de acordo com a extensão e a localização do tumor, dos resultados dos exames e do estado de saúde do paciente.

 

Leia também:

Maio Roxo: exames regulares são cruciais na prevenção de doenças inflamatórias intestinais

Novo Núcleo Regional de Saúde fortalece atendimento em Teixeira de Freitas

Mais de 14 mil atendimentos foram realizados em 45 dias de funcionamento do Hospital Veterinário de Salvador

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)