Pular para o conteúdo
Início » Estado e Exército oferece apoio ao enfrentamento da dengue em Feira de Santana

Estado e Exército oferece apoio ao enfrentamento da dengue em Feira de Santana

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

De acordo com a Sesab, a administração municipal da cidade ainda não respondeu às iniciativas propostas

Em meio a situação de epidemia de Dengue em Feira de Santana, que já registra mais de 2.300 casos prováveis da doença, a Secretaria da Saúde do Estado Bahia (Sesab) e o Exército Brasileiro se mobilizaram, oferecendo apoio ao município a partir da cessão de equipamentos, insumos e até medicamentos para que a prefeitura implantasse tendas de hidratação. 

Apesar da disposição do estado e do Exército em contribuir ativamente para a solução da crise, a administração municipal de Feira de Santana ainda não respondeu às iniciativas propostas. A ausência de retorno coloca em xeque a eficácia das estratégias de combate à dengue na cidade e levanta preocupações sobre a capacidade do município de lidar adequadamente com a situação.

A Sesab também recomendou que o município ampliasse o horário de funcionamento dos postos de saúde, inclusive aos finais de semana e feriados, para assegurar a assistência aos pacientes com suspeita de dengue, além de instalar unidades de referência para acolhimento, notificação, coleta de amostras e referenciamento para unidade hospitalar, quando necessário.

Feira de Santana já contabiliza quase 150 casos graves da doença e um óbito confirmado, destacando a necessidade premente de uma atuação conjunta e coordenada entre os diferentes níveis de governo. O estado tem investido mais de R$ 19 milhões em esforços de combate à dengue em toda a Bahia, incluindo a liberação de veículos de fumacê e a distribuição de kits para agentes de endemias em Feira de Santana.

É crucial que o município se engaje ativamente nas ações propostas, revisando suas estratégias de controle do vetor e aprimorando a infraestrutura de saúde. O combate efetivo à dengue exige uma abordagem integrada e proativa, que contemple desde a prevenção e educação até o cuidado direcionado aos pacientes afetados.

Casos

De acordo com os dados da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Sesab, 272 municípios da Bahia estão em estado de epidemia de Dengue. Outros 34 estão em risco e sete em alerta.

Foram notificados 73.310 casos prováveis da doença até o dia 21 de março de 2024, com uma taxa de letalidade de 1,5, menor do que a média nacional. Ao todo, foram confirmados 20 óbitos nos municípios de Jacaraci (4), Piripá (3), Vitória da Conquista (3), Santo Antônio de Jesus (2), Barra do Choça (1), Caetité (1), Campo Formoso (1), Feira de Santana (1), Ibiassucê (1), Irecê (1), Juazeiro (1) e Santo Estêvão (1).

 

Leia também:

Anvisa adia decisão sobre comercialização de autotestes da dengue

Repelentes: tudo que você precisa saber ao adquirir produto

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)