Pular para o conteúdo
Início » Bruno Reis confirma “caso isolado” de cólera em Salvador: “Toda a equipe da saúde mobilizada, acompanhando” 

Bruno Reis confirma “caso isolado” de cólera em Salvador: “Toda a equipe da saúde mobilizada, acompanhando” 

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Prefeito diz que SMS acompanha caso, mas Ministério da Saúde que está investigando origem da doença detectada em homem de 60 anos

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) confirmou, na manhã desta segunda-feira (22), o caso isolado do primeiro caso local de cólera em Salvador, após 18 anos. Segundo ele, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) acompanha o caso, mas o Ministério da Saúde que está investigando a origem da doença detectada em um homem de 60 anos que mora na capital baiana, mas trabalha em Camaçari, na Região Metropolitana.

“Toda a equipe da saúde mobilizada, acompanhando. O próprio Ministério da Saúde emitiu uma nota onde fala que é um caso isolado, depois de 18 anos, não tem nenhum caso no Brasil. Já foram feitos testes em torno das pessoas que conviviam com o paciente que foi identificado com cólera, nenhum deles apresentam sintomas ou problemas. Então, isso confirma que foi um caso específico que agora estamos tentando identificar de onde é a origem, mas foi um fato isolado e restrito à uma única pessoa”, disse em entrevista ao Portal M!.

“Quem tem aí know-how e expertise para fazer esse tipo de investigação é o Ministério da Saúde contando o apoio do Estado com seus laboratórios existentes, mas a prefeitura está dando todo o apoio, estamos trabalhando em conjunto para tentar identificar esse caso específico, qual foi a origem. E como até agora, apesar dele morar em Salvador, trabalhar em Camaçari, tanto aqui como lá, não tem ninguém com nenhum tipo de sintoma”, completou o prefeito durante entrega da Unidade de Saúde da Família (USF) da Polêmica, no bairro Parque Bela Vista.

Nota técnica

O registro do primeiro caso local de cólera depois de 18 anos sem diagnósticos no Brasil foi confirmado, na última sexta-feira (19), pelo Ministério da Saúde, em Salvador. Tratado pela pasta como “caso isolado”, o paciente contraiu a doença localmente – sem ter contato com outras pessoas diagnosticadas e sem ter se deslocado para países com casos confirmados. Segundo ainda o ministério, o diagnóstico local é o primeiro registrado desde 2006. Os últimos haviam sido identificados entre 2004 e 2005, em Pernambuco. Desde então, somente houve registro de casos importados.

De acordo com a nota técnica do órgão federal, a doença foi detectada em um homem de 60 anos, que havia apresentado desconforto abdominal e diarreia em março deste ano. O documento afirma que, desde abril, o paciente não transmite mais a doença e diz ainda que tem acompanhado o caso e apoiado os órgãos de saúde municipal e estadual para “minimizar os possíveis impactos à saúde da população”.

A cólera é uma doença bacteriana infecciosa intestinal aguda e transmitida por meio de alimentos contaminados e de pessoa para pessoa. Os sintomas geralmente são diarreia, dor abdominal e cãibras. Os casos podem ser leves ou graves, levando até à morte. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), de janeiro a março deste ano, 31 países registraram casos ou declararam surto de cólera.

Confira entrevista:

Leia também:

Após 18 anos primeiro caso local de cólera é confirmado em Salvador

Casos de febre oropouche disparam no Brasil; conheça a doença

Salvador promove vacinação contra a dengue nesta segunda-feira; confira os locais

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)