Pular para o conteúdo
Início » Tribunal promove eleição sem magistrados afastados

Tribunal promove eleição sem magistrados afastados

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Dois desembargadores são investigados pela operação Faroeste

O Tribunal de Justiça da Bahia promvove nesta quarta-feira (4) a eleição de nova diretoria sem a participação dos dois desembargadores afastados pela Operação Faroeste. Em um primeiro momento, o TJ informou em nota que José Olegário Monção Caldas e Maria da Graça Osório Pimentel desistiram de concorrer à presidência da corte. Ambos foram suspensos da magistratura pela Operação Faroeste, deflagrada no dia 19 de novembro para investigar suspeitas de venda de sentenças.

Em paralelo, o  Conselho Nacional de Justiça (CNJ) decidiu na sessão desta terça-feira (03)pelo afastamento dos dois desembargadores da eleição.
O conselheiro relator, Luciano Frota,  votou pelo entendimento que o magistrado afastado por decisão administrativa ou cautelar não pode concorrer a cargos de direção, sendo seguidos pelos demais conselheiros. Com informação do Bnees.

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)