header1_bg
BANNER_728x90___COMBATE_A_DENGUEpx_1
Pular para o conteúdo
Início » Senadora que assumiu mandato de Flávio Dino deixa PSB e se filia ao PDT

Senadora que assumiu mandato de Flávio Dino deixa PSB e se filia ao PDT

2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Parlamentar herdou 8 anos de mandato no Senado, fato inédito desde redemocratização que substituta cumpre integralmente cadeira de titular

A senadora maranhense Ana Paula Lobato, que assumiu o cargo após a indicação do então senador Flávio Dino para chefiar o Ministério da Justiça e, posteriormente, a ocupar uma cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF), anunciou, nesta última terça-feira (23), a troca do PSB pelo PDT. Em publicação no X (antigo Twitter), a parlamentar escreveu que seguirá “firme no projeto de transformar o nosso Maranhão”.

Ana Paula disse que o PDT é um partido com o qual ela tem “grande afinidade ideológica” e se identifica devido aos “valores progressistas”. A senadora ainda declarou que pretende “contribuir com o país” que, segundo ela, “passa por um momento de reconstrução”.

A parlamentar, que herdou 8 anos de mandato no Senado, se tornou a primeira suplente da chapa do atual ministro do STF após uma articulação entre ele e o marido dela, o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB-MA). Ana Paula exerce o cargo desde fevereiro de 2023, já que Dino foi nomeado como ministro da Justiça antes do início da legislatura. É a primeira vez, desde a redemocratização, que uma substituta cumpre integralmente o mandato do titular da cadeira.

Quando se candidatou a deputada estadual pelo Maranhão, em 2014, Ana Paula recebeu apenas 29 votos e teve uma campanha com menos de R$ 2 mil de investimentos. Além disso, ela não recebeu repasses do fundo partidário.

 

Leia também:

STF confirma decisão de Dino que manteve multa a Bolsonaro por ataques a Lula

Defesa de réus do 8 de janeiro pede impedimento de Flávio Dino

Flávio Dino toma posse como ministro do Supremo Tribunal Federal

Marcações:

Política