Pular para o conteúdo
Início » Sanches sai em defesa de Ana Paula Matos e elogia gestão na saúde

Sanches sai em defesa de Ana Paula Matos e elogia gestão na saúde

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Declaração foi dada após pesquisa apontar que apenas 33% aprovam setor comandado pela vice-prefeita de Salvador

O deputado estadual Alan Sanches (União Brasil), líder da oposição na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), saiu em defesa da vice-prefeita Ana Paula Matos (PDT) e disse, na manhã desta quinta-feira (9), que “é preciso reconhecer que a gestão da saúde de Salvador avançou bastante sob a condução” da atual secretária municipal de Saúde. A declaração foi dada após pesquisa apontar que apenas 33% dos soteropolitanos aprovam o setor comandado pela pedetista.

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) também comentou, nesta quarta-feira (8), o levantamento feito pelo site Bnews e creditou a reprovação de 57% à regulação, que é de responsabilidade do governo estadual. “Avançamos muito na saúde e deveria tirar o que é da conta do Estado. O maior problema desse percentual é regulação, que é um desastre. As pessoas tem que esperar na fila da morte e muitas morrem agonizando por falta de atendimento. Sem sombra de dúvidas, é a regulação que mais impacta nesse número”, disse o prefeito durante a entrega de viaturas da Transalvador e lançamento da campanha Maio Amarelo no Farol da Barra.

Sanches, que é médico, destacou, entre as entregas e novos investimentos na área na capital baiana, a ampliação de atendimentos no Hospital Municipal, a construção da primeira maternidade e Hospital da Criança, na Federação. Ele também ressaltou a construção do Hospital do Homem, com 140 leitos sendo dez de UTI, além do convênio com o Hospital Prohope para a realização de cirurgias e o Saúde nos Bairros, “que é o maior programa de assistência médica itinerante com 1,05 milhão de atendimentos”.

“Com esses dados que obtive com a instituição, nós percebemos que é preciso reconhecer o trabalho que a vice-prefeita e atual secretária de Saúde vem fazendo, sob a orientação do prefeito Bruno Reis. Os dois têm um olhar diferenciado e humano para a saúde da população”, ponderou o parlamentar, ao defender que Salvador deve passar a ter gestão plena da saúde.

“Eu pessoalmente acredito que temos que buscar a gestão plena para Salvador e assumir o papel da regulação de Salvador. A secretaria municipal de Saúde mostrou, através de Ana Paula Matos, que tem condições totais de fazer a gestão plena da saúde”.

Hoje, segundo o deputado estadual, a Prefeitura de Salvador repassa em torno de R$ 800 milhões para o Governo do Estado realizar procedimentos de alta complexidade, que são os leitos da regulação. “Mas está provado que o governo faz isso muito mal. A nossa saída é resgatar a gestão plena da saúde porque mostramos que sabemos fazer e a população não pode continuar nesse sofrimento”, reiterou Sanches.

Fim da epidemia de dengue

Nesta segunda-feira (6), a Prefeitura anunciou que Salvador não está mais em epidemia da doença. A Secretaria Municipal de Saúde registrou redução de mais de 50% no número casos confirmados de dengue em relação ao mesmo período do ano passado. Até a 18ª semana epidemiológica, de 31 de dezembro do ano passado até o último dia 4 de maio, foram 825 registros contra 1.772 em 2023.

 

Leia também:

Prefeito nega denúncia de agentes de trânsito e pede para ‘deixar política de lado’

Secretaria Municipal da Saúde anuncia fim da epidemia de dengue em Salvador

Mutirão da saúde regula cerca de 600 pacientes neste sábado

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)