Pular para o conteúdo
Início » ‘Saidinha’ de presos: saiba como cada parlamentar baiano votou ao veto

‘Saidinha’ de presos: saiba como cada parlamentar baiano votou ao veto

‘Saidinha’ de presos: saiba como cada parlamentar baiano votou ao veto
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)
Lula sofre derrota e Congresso, com ajuda de 17 deputados baianos, volta a proibir saída temporária de detentos em feriados e datas comemorativas

O Congresso Nacional derrubou, na noite desta terça-feira (28), o veto do presidente Lula (PT) a trechos do projeto de Lei e voltou a proibir a “saidinha” de presos do regime semi-aberto no país. As duas possibilidades de saída temporária em feriados e datas comemorativas, como Natal e Dia das Mães, foram restauradas na Lei de Execução Penal (Lei 7.210, de 1984) por um veto do petista (Vet 8/2024), mas acabou sendo derrubada por 314 votos a 126 na Câmara dos Deputados, com duas abstenções; e por 52 votos a 11 no Senado, com uma abstenção.

Agora, os trechos que haviam sido vetados serão promulgados e passarão a fazer pare da Lei 14.843, de 2024, que passa a permitir as ‘saidinhas’ apenas para estudos e trabalho externo ao sistema prisional. Ficam proibidas as visitas às famílias e atividades que contribuem para o retorno do convívio social.

Os três senadores baianos Jaques Wagner (PT) – líder do governo no Senado –, Otto Alencar (PSD) e Angelo Coronel (PSD) votaram a favor pela manutenção do veto do presidente Lula. Já dos 39 deputados federais baianos, sete não compareceram à sessão, 17 votaram contra à volta da saída de detentos e 15 a favor.

Confira como a bancada baiana votou:

Senadores

Jaques Wagner (PT) – Sim

Otto Alencar (PSD) – Sim

Angelo Coronel (PSD) – Sim

Deputados federais

17 votaram contra volta da saidinha

Adolfo Viana (PSDB) – Não

Alex Santana (Republicanos) – Não

Arthur Oliveira Maia (União Brasil) – Não

Capitão Alden (PL) – Não

Cláudio Cajado (PP) – Não

Dal Barreto (União Brasil) – Não

Elmar Nascimento (União Brasil) – Não

Félix Mendonça Júnior (PDT) – Não

João Leão (PP) – Não

José Rocha (União Brasil) – Não

Leur Lomanto Júnior (União Brasil) – Não

Mário Negromonte Jr. (PP) – Não

Otto Alencar Filho (PSD) – Não

Pastor Sargento Isidório (Avante) – Não

Paulo Azi (União Brasil) – Não

Roberta Roma (PL) – Não

Rogéria Santos (Republicanos) – Não

15 votaram a favor da volta da saidinha

Alice Portugal (PCdoB) – Sim

Antonio Brito (PSD) – Sim

Bacelar (PV) – Sim

Charles Fernandes (PSD) – Sim

Daniel Almeida (PCdoB) – Sim

Diego Coronel (PSD) – Sim

Gabriel Nunes (PSD) – Sim

Ivoneide Caetano (PT) – Sim

Jorge Solla (PT) – Sim

Joseildo Ramos (PT) – Sim

Josias Gomes (PT) – Sim

Leo Prates (PDT) – Sim

Lídice da Mata (PSB) – Sim

Paulo Magalhães (PSD) – Sim

Valmir Assunção (PT) – Sim

Sete não compareceram à sessão

Waldenor Pereira (PT) – Ausente

Raimundo Costa (Podemos) – Ausente

Ricardo Maia (MDB) – Ausente

João Carlos Bacelar (PL) – Ausente

Neto Carletto (PP) – Ausente

Márcio Marinho (Republicanos) – Ausente

Zé Neto (PT) – Ausente

Leia também:

Congresso derrota Lula e derruba veto à ‘saidinha’ de presos do regime semiaberto

OAB é favorável ao veto parcial de Lula sobre ‘saidinha’ de presos

Lula sanciona, com veto, lei que restringe “saidinha” de presos

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)