Pular para o conteúdo
Início » Relator propõe reduzir fundo eleitoral a R$ 2 bilhões

Relator propõe reduzir fundo eleitoral a R$ 2 bilhões

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

A ideia surgiu após a sinalização do presidente Jair Bolsonaro de que pode vetar um valor da quantia destinada a campanhas eleitorais no ano que vem 

Após a sinalização do presidente Jair Bolsonaro de que pode vetar um valor da quantia destinada a campanhas eleitorais no ano que vem, o relator do Orçamento no Congresso, deputado Domingos Neto (PSD-AM), tenta convencer líderes de partido da Câmara a abandonar a ideia de engordar a quantia e aceitar o fundo eleitoral no valor de R$ 2 bilhões proposto pelo governo. 

A Comissão Mista do Orçamento aprovou na semana passada relatório de Domingos Neto que prevê R$ 3,8 bilhões para o fundo usado para financiar as campanhas. Este valor ainda precisa de aval do plenário, em votação marcada para o dia 17. Como justificativa de que o presidente não vetaria esse valor, na terça-feira (10), o líder do governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE) levou aos parlamentares uma proposta de baixar para R$ 2,5 bilhões. Pouco após a negociação ser noticiada pelo jornal Estado de S. Paulo, o presidente foi ao Twitter desautorizar seus articuladores políticos e dizer que não havia tratado do assunto e nem “enviado” recado ao Congresso.

Os líderes dos partidos políticos ainda estão reticentes ao acordo. Isso porque parte deles se sentiu enganada pelo governo. Na reunião de terça, Bezerra Coelho deu a entender que falava em nome do presidente quando propôs a redução para R$ 2,5 bilhões. Com informações do Estado de S. Paulo.

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)