header1_bg
BANNER_728x90___COMBATE_A_DENGUEpx_1
Pular para o conteúdo
Início » Prefeitura investe na revitalização e tombamento de patrimônios históricos em Salvador, diz Fernando Guerreiro

Prefeitura investe na revitalização e tombamento de patrimônios históricos em Salvador, diz Fernando Guerreiro

2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Mais de R$ 400 mil foram destinados à revitalização de monumentos  nos últimos meses

Em entrevista ao Portal M!, o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, destacou a atuação em conjunto com a Prefeitura de Salvador para preservação de importantes monumentos espalhados por toda cidade. Nos últimos meses, mais de R$ 400 mil foram investidos na revitalização desses equipamentos culturais da capital baiana. 

Nesta quarta-feira (29), a Prefeitura fará a entrega de algumas obras. Entre os monumentos entregues estão: os bustos dos heróis da conjuração baiana, na Praça da Piedade; o relógio de São Pedro, na região do centro da cidade; a efígie de Rubén Darío, no Morro do Ypiranga; o conjunto forma o Marco de Fundação da Cidade, no Porto da Barra e a Estátua do Cristo, no Barravento. 

O prefeito Bruno Reis e o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, também realizam a assinatura do ato para tombamento de um Conjunto de Balaustradas Antigas da cidade de Salvador, nesta quarta-feira (29).

Elas estão localizadas em diversos pontos do município como: Ladeira da Barroquinha, Avenida 07 de setembro, Ladeira da Barra, Praça Castro Alves, Praça da Aclamação, Praça de Santo Antônio da Barra, Praça Thomé de Souza, Pelourinho, Rua da Paciência, Rua do Curriachito, Praça Almirante Coelho Neto, Orla da Barra, Ladeira do Bonfim, Ladeira dos Romeiros e Rua do Pilar.

“Estamos lançando uma série de ações ligadas ao patrimônio de Salvador, como o projeto de tombamento de um conjunto de mais de 14 balaustradas antigas. Tudo com o intuito de não permitir que elas sejam derrubadas e substituídas por aquelas de aço inox, preservando assim a cultura da capital baiana”, disse Fernando Guerreiro. 

Marco Zero de Salvador

Foto: Carla Lucena/FGM/PMS

O gestor também explicou a importância de promover essa revitalização desses monumentos. “É algo que fortalece o turismo e se trata de uma recuperação do patrimônio da cidade. Essas construções são muito importantes para a história de Salvador”, declarou o presidente da FGM. 

Obras de reparação também aconteceram nas fontes do Santo Antônio e do Baluarte, na Ladeira da Água Brusca, na fonte dos Padres, no Comércio e Gravatá em Nazaré.  

Para o presidente da Fundação Gregório de Mattos, Fernando Guerreiro, todos esses investimentos mostram a importância que a Prefeitura de Salvador vem dando à preservação, valorização e divulgação do patrimônio histórico e cultural, enfatizando que essa política ganhou corpo a partir do ano de 2014, com a aprovação da Lei do Patrimônio.

Esse dispositivo legal instituiu normas de proteção e estímulo à preservação do patrimônio cultural do município. Portanto, segundo Guerreiro, esse montante aplicado no patrimônio, aliado a legislação, ratifica o compromisso da gestão com o cuidado com a história e a memória dos soteropolitanos.  Nos últimos 10 anos, R$ 7.126.706,79 foram investidos em obras de restauro e confecção, através da Fundação Gregório de Mattos. 

Leia também: 

Prefeitura de Salvador e Governo do Estado disputam cessão do Forte de São Marcelo

Marcações:

Política