header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Pablo Roberto ignora acenos do PT e União Brasil e diz que há espaço para 3ª via crescer em Feira

Pablo Roberto ignora acenos do PT e União Brasil e diz que há espaço para 3ª via crescer em Feira

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Pré-candidatura do deputado estadual é considerada fiel da balança na disputa polarizada a prefeito entre Zé Ronaldo e Zé Neto

O deputado estadual Pablo Roberto (PSDB) afirmou, na manhã desta terça-feira (7), que está mantida sua pré-candidatura a prefeito em Feira de Santana, mesmo após acenos do PT e do União Brasil. A desistência e o seu apoio são considerados o fiel da balança para vencer a eleição em outubro que reedita a polarização entre o ex-prefeito Zé Ronaldo (União Brasil) e o deputado federal Zé Neto (PT).

No lançamento da pré-candidatura petista no último dia 14, o governador Jerônimo Rodrigues (PT), inclusive, sinalizou que está disposto a dialogar com o tucano, afirmando que a população feirense precisa de mudanças e o lançamento de Zé Neto é favorável para a conjuntura política atual. “A pré-campanha, nesse momento, está começando a ganhar corpo. Nós estamos a cada dia reafirmando nosso compromisso, não existe nenhuma possibilidade de aceno para quem quer que seja. Afinal de contas, todos nós sabemos a quem interessa a retirada da nossa pré-candidatura e isso não vai acontecer. Vamos seguir firmes e fortes até o final”, ponderou Pablo Roberto em entrevista ao editor-chefe do Portal M!, Osvaldo Lyra.  

Zé Ronaldo e Zé Neto aparecem tecnicamente empatados na primeira pesquisa AtlasIntel/A Tarde. Divulgado no último dia 22, o levantamento mostra o ex-prefeito com 39,3% e o petista com 36,5%, seguidos pelo tucano com 10,3%. O deputado federal Capitão Alden (PL) aparece com 5,1%, mas anunciou, no último dia 18, sua desistência de concorrer à prefeitura e declarou apoio a Zé Ronaldo – seu partido agora trabalha para indicar a vice na chapa do ex-prefeito. Já o deputado estadual José de Arimatéia (Republicanos) registrou apenas 0,1%. Brancos e nulos somaram 4,6% e outros 4,1% não sabem ou não quiseram responder. Se computados apenas votos válidos, Zé Ronaldo tem 43,1% contra 39,9% de Zé Neto, 11,3% de Pablo Roberto e 5,6% de Capitão Alden.

“Todas as pesquisas, tanto as que têm sido feitas pelos adversários ou pelos veículos de comunicação, como também as que nós estamos fazendo para consumo interno, para balizar ali a nossa coordenação de pré-campanha, nos dão uma condição, um sentimento de que a cidade chegou o momento que quer realmente fazer uma mudança, não suporta mais essa polarização que já dura 25 anos entre dois nomes, dois grupos na cidade. Portanto, diante disso, nos resta continuar fazendo os debates, discutindo com a cidade, organizando o nosso programa de governo que será apresentado nos próximos dias e continuar conversando com a sociedade como um todo”, ressaltou o tucano ao Portal M!.

Zé Ronaldo já comandou o segundo maior colégio eleitoral na Bahia por quatro vezes (2000, 2004, 2012 e 2016). Inclusive, nos três últimos mandatos derrotou Zé Neto. Será a quinta tentativa do petista, que está confiante neste ano e cita como diferencial o arco de alianças inédito construído com nove partidos: PT, PCdoB, PV, PP, PSB, PSD, MDB, Avante e Podemos.

Atualmente, Feira é comandada pelo ex-deputado estadual e federal Colbert Martins (MDB), que foi reeleito em 2020, derrotando o petista Zé Neto no segundo turno. Em 2016, o emedebista foi eleito vice-prefeito, mas assumiu a gestão municipal após o então prefeito Zé Ronaldo renunciar o cargo para disputar as eleições ao governo estadual.

Mesmo com a polarização já recorrente por anos, Pablo Roberto acredita que há espaço para uma terceira via crescer no município conhecido como a ‘Princesinha do Sertão’. “Tem crescido a cada dia, as pesquisas têm dito isso. Mesmo no meio dessa polarização já há tanto tempo, estamos discutindo a pré-campanha aproximadamente há um ano em Feira e conseguimos nos manter num crescimento, assegurando dois dígitos em todas as pesquisas que são realizadas. Então, isso demonstra que há um sentimento da cidade de realmente querer mudar”, disse.

“Estamos colocando o nosso nome à disposição para que a população de Feira de Santana tenha, nas eleições 2024, novas possibilidades, novos horizontes, partindo de uma avaliação muito simples da cidade que temos hoje e qual é a cidade que queremos construir para o futuro”, completou o pré-candidato.

Ainda em entrevista ao Portal M!, o tucano elencou algumas prioridades que deve ter a próxima gestão. “A cidade passa por problemas que são antigos, que a sociedade feirense conhece há muito tempo, dentre elas a mobilidade urbana, a saúde que não está numa fase legal. O processo de educação como todo que deve ser reformulado, fazendo com que a população educacional possa sentir como parte importante nessa construção. A prática de esporte, os equipamentos públicos municipais, então nós certamente teremos um desafio muito grande que é transformar Feira de Santana para as próximas gerações”.

Confira entrevista:

Leia também:

Em Feira de Santana, Jerônimo sinaliza diálogo com Pablo Roberto: “Vamos conversar com todos”

Pesquisa aponta empate técnico entre Zé Ronaldo e Zé Neto em Feira de Santana

Zé Neto lança pré-candidatura em Feira de Santana com presença de Jerônimo e Wagner

Pablo Roberto garante que pré-candidatura em Feira é “pra valer” e fala em “renovação por novos resultados”

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política