header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Lula tem a melhor condição para governar desde que assumi a Câmara, diz Lira

Lula tem a melhor condição para governar desde que assumi a Câmara, diz Lira

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Declaração foi dada em entrevista ao programa Conversa com Bial, exibido pela TV Globo na noite da terça-feira (23)

O presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem o cenário mais favorável para governar desde que o deputado assumiu o cargo, em 2021.

“Se você olhar três anos de trabalho meu para frente: qual pauta-bomba foi pautada, qual instabilidade [ocorreu na transição] de um governo para outro? Não há nenhum governo desde que entrei na presidência da Casa que tenha tido melhores condições de governar o País”, afirmou Lira, em entrevista ao programa Conversa com Bial, exibido pela TV Globo na noite da terça-feira (23).

O deputado citou a aprovação da reforma tributária, no ano passado, como um exemplo da boa relação com a gestão petista, a despeito dos desacertos com o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha. No início do mês, Lira chamou Padilha de “desafeto pessoal” e de “incompetente”. “Eu tenho erros e acertos e não tenho problema de reconhecê-los”, disse o presidente da Câmara, na entrevista.

Sobre a relação com Lula, Lira afirmou que não tem do que se queixar. “Ele se preocupa com a equiparação do nível de crescimento, principalmente das camadas mais pobres.” Na noite do domingo (21), ambos se encontraram no Palácio da Alvorada.

Lira criticou deputados da base governista ligados a minorias que recorrem ao Judiciário para contestar derrotas que sofrem no Congresso e sugeriu a possibilidade de impor restrições à apresentação de Ações Diretas de Inconstitucionalidade (Adins) junto ao Supremo Tribunal Federal (STF).

O presidente da Câmara também negou ter um deputado preferido para suceder-lhe no cargo, em fevereiro. “Nenhum deputado ouviu de mim que meu candidato é A, B ou C”, disse.

 

Leia também:

CCJ da Câmara aprova PL para impedir invasor de terra de ter acesso a benefícios do governo

Diálogo com o Congresso continua e ofensa vinda de Lira é ‘episódio superado’, diz Padilha

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política