Pular para o conteúdo
Início » Lula envia projeto sobre direitos de motoristas de apps ao Congresso

Lula envia projeto sobre direitos de motoristas de apps ao Congresso

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Projeto propõe que motoristas recebam valor mínimo, de R$ 32, por hora trabalhada. Jornada poderá chegar a 12 horas diárias, se houver acordo coletivo

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) encaminhou ao Congresso Nacional, nesta segunda-feira (4), um projeto de lei que estabelece um conjunto de direitos para os motoristas que atuam em aplicativos de transporte. As informações são do G1.

A cerimônia de envio ao Legislativo ocorreu no Palácio do Planalto, na presença do ministro do Trabalho, Luiz Marinho, outros membros do governo e representantes da categoria dos motoristas.

De acordo com a proposta do governo, não será estabelecido um vínculo empregatício entre os motoristas e os aplicativos, conforme previsto pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Se o texto for aprovado pelos parlamentares, os motoristas receberão um valor mínimo por hora trabalhada e, em conjunto com as empresas, contribuirão para o INSS. Com essa medida, os trabalhadores estarão segurados pela Previdência Social e terão acesso aos benefícios oferecidos pelo instituto.

Entre outros pontos, o projeto do governo propõe:

– jornada de trabalho de 8 horas diárias (podendo chegar a 12 horas se houver acordo coletivo);
– criação da categoria “trabalhador autônomo por plataforma”;
– o trabalhador poderá escolher quando trabalhar e não haverá vínculo de exclusividade;
– haverá sindicato da categoria;
– o trabalhador deverá ter conhecimento sobre as regras de oferta de viagens;
– o trabalhador deverá ter remuneração mínima mais o ganho variável com as corridas;
– a hora trabalhada deverá ter valor de R$ 32,09.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística mostram que o Brasil tinha ao menos 1,5 milhão de trabalhadores de aplicativos em 2022. Segundo o IBGE, desse total: 52,2% trabalhavam com transporte de passageiros; 39,5% trabalhavam com entrega de comida e produtos; 13,2% trabalhavam com prestação de serviços.

No caso dos motoristas, ainda segundo o IBGE, a renda média era de R$ 2.454 em 2022.

 

Leia também:

Quaest: 44% desaprovam ações de Moro na Lava Jato e 43% crêem que Lula é culpado

Lula e Maduro tratam de eleições na Venezuela no segundo semestre

Leandro de Jesus quer tornar presidente Lula ‘persona non grata’ na Bahia

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)