Pular para o conteúdo
Início » Lula defende greve e diz que “dará o que pode” a servidores

Lula defende greve e diz que “dará o que pode” a servidores

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

O governo negocia com os servidores. No fim de 2023, a proposta era de aumento nos benefícios

O presidente Lula (PT) negou durante café da manhã com jornalistas nesta terça-feira (23), que haverá represálias para os servidores em greve, em meio a paralisações de funcionários do Banco Central, técnicos de universidades e agentes ambientais. As informações são do Metrópoles.

“Ninguém será punido nesse país por fazer greve. Nasci fazendo greve e devo aos trabalhadores de São Bernardo. Eles têm de compreender, porque a gente dá o que pode”, afirmou Lula. 

O governo negocia com os servidores. No fim de 2023, a proposta era de aumento nos benefícios, como auxílios alimentação e creche, enquanto os grevistas reivindicam aumento real nos salários.

“O pessoal estava muito reprimido. Estamos preparando aumento, muitas vezes não é o que a pessoa pede, mas é o que podemos dar”, completou.

As categorias em greve devem responder até sexta-feira (26), ao governo se aceitarão ou não o reajuste nos benefícios.

O debate ficaria para junho, mas foi antecipado. Se a proposta for aceita por todas as partes, os novos valores teriam aumento superior a 50%, com recursos já disponíveis pelo orçamento deste ano.

Leia também:

Preço da carne já baixou, mas ‘tem que baixar muito mais’, afirma Lula

Bancada do PT na Câmara se reúne com Moisés Rocha e fortalece nome dele para vice de Geraldo Júnior

Direção nacional do Cidadania terá reuniões com candidatos e lideranças do União Brasil

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)