Pular para o conteúdo
Início » Jerônimo transmite cargo e Cynthia Resende assume como governadora em exercício

Jerônimo transmite cargo e Cynthia Resende assume como governadora em exercício

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Presidente do TJ-BA vai comandar governo estadual pelos próximos sete dias, período que petista estará em missão na Holanda, Bélgica e Alemanha 

O governador Jerônimo Rodrigues (PT) transmitiu o cargo e empossou, manha deste sábado (11), a presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), Cynthia Resende, como governadora em exercício. A desembargadora comandará o Governo do Estado pelos próximos sete dias, período que o petista estará em missão internacional na Holanda, Bélgica e Alemanha e retorna apenas na próxima sexta-feira (17). A cerimônia de transferência de cargo aconteceu no Centro de Operações e Inteligência de Segurança (COI), em Salvador.

“Hoje ela está nesse lugar de governadora porque ela percorreu uma trajetória dentro do TJ e assim assumiu a presidência. E é fundamental porque as crianças, as meninas irão ver nela e ter nela uma inspiração. Da mesma forma que têm em mim, uma pessoa do interior, da zona rural, para chegar nesses lugares. As pessoas se movem pelos sonhos e por bons exemplos”, reforçou o governador.

Natural de Aracaju, a desembargadora Cynthia Maria Pina Resende é a quarta mulher a assumir a presidência do TJ-BA e a terceira governadora interina do Estado. A incomum mudança de gestão do Estado aconteceu devido às eleições municipais em outubro. Para não ficar inelegível, o vice-governador Geraldo Jr. (MDB) está afastado das funções por ser pré-candidato a prefeito de Salvador. Já o presidente o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes (PSD), próximo na linha de sucessão, também está impossibilitado de assumir o cargo porque provocaria a inelegibilidade da esposa, que disputará a prefeitura de Campo Formoso.

No exercício da gestão estadual a partir deste sábado, Cynthia Resende avaliou que assumir o cargo do Executivo fortalece a confiança no Judiciário, fundamental para a criação e fiscalização das leis. “É uma grande responsabilidade assumir o cargo de governadora de estado, mesmo interinamente e, ao mesmo tempo, é uma confiança do executivo no Tribunal de Justiça”, ressaltou.

Graduada em Direito, pela Universidade Católica do Salvador, a governadora em exercício está no TJ-BA desde 1984, quando foi aprovada no concurso público para o cargo de juíza e iniciou a carreira na Comarca de Brejões, no Vale do Jiquiriçá. Também participaram do ato de transmissão de cargo secretários estaduais, deputados estaduais e federais, desembargadores e outros representantes dos três poderes baianos.

 

Leia também:

Presidente no TJ-BA assume cargo de governadora interina após recusa de Adolfo Menezes

Jerônimo viaja para Espanha em busca de novos investimentos para Bahia

Vixe! Queda na popularidade de Lula preocupa. Os erros no diálogo do Planalto com a população. A chapa governista para 2026 e os sinais vindos da Assembleia

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)