header1_bg
1__BANNER_728x90
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_CAPITAL_728x90___SAO_JOAO_2024
BANNER_728x90___BRT_LAPA
BANNER_728x90___E_LAURO__E_TRABALHO
1__BANNER_728x90
Pular para o conteúdo
Início » Isidório diz que apenas “Deus” o tirará da disputa para a prefeitura de Salvador em 2020

Isidório diz que apenas “Deus” o tirará da disputa para a prefeitura de Salvador em 2020

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

O presidente estadual do Avante disse que a pré-candidatura dele já é um direcionamento nacional

As eleições para a prefeitura de Salvador em 2020 já estão sendo comentadas por políticos. O deputado federal Pastor Sargento Isidório (Avante), afirmou em entrevista, na segunda-feira (25), ao jornal Tribuna da Bahia, que apenas “Deus” o tirará da disputa para a prefeitura de Salvador em 2020. O presidente estadual do Avante disse que a pré-candidatura dele, lançada há duas semanas na capital baiana, já é um direcionamento nacional.

Ele também arriscou a possível vitória em cima do provável pré-candidato apoiado pelo prefeito ACM Neto (DEM), Bruno Reis. Isso se daria, segundo ele, ao divino.

“Acabei de ser agraciado pelo povo de Salvador com 173 mil votos. Dizem que eu sou o mais votado da história de Salvador. 326 mil na Bahia. Puxei deputado de 40 mil votos”, destacou Isidório, em entrevista ao programa “Política na Mesa”, da Rádio e TV Câmara Salvador. O deputado também falou sobre os rumores de que fará uma dobradinha com o também deputado federal Bacelar (Podemos), também alçado ao posto de pré-candidato no sábado (23). Mas ele se esquivou ao ser questionado se seria um eventual vice do parlamentar.

Ainda na entrevista, Isidório negou também as especulações de que outro filho dele, Tancredo Isidório, seria lançado como candidato a vereador pelo Podemos para alavancar a sigla na chapa proporcional. “Não existe essa tratativa. A questão proporcional é uma e a majoritária é outra. Lhe diria que na questão majoritária, há a nossa pré-candidatura”.

Marcações:

Política