Pular para o conteúdo
Início » Gleisi Hoffmann desembarca em Salvador e participa de evento pela democracia no Pelourinho

Gleisi Hoffmann desembarca em Salvador e participa de evento pela democracia no Pelourinho

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Presidente nacional do PT almoça com correligionários na casa do líder Rosemberg, em Lauro de Freitas

A presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, desembarcou, na tarde deste sábado (23), em Salvador, para participar do ato em defesa pela democracia que acontece, neste momento, no Pelourinho. Antes de ir ao evento, dirigente participou de um almoço na casa do líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Rosemberg Pinto (PT), em Lauro de Freitas. 

“Almoço de boas-vindas para a presidente Gleisi Hoffmann, com a carne do sol de Itororó do amigo deputado Rosemberg Pinto”, escreveu Éden Valadares, presidente do PT Bahia, na legenda de uma foto publicada em sua conta oficial no Instagram.

Além de Éden e Rosemberg, outros correligionários também participaram do almoço. Entre eles estavam o deputado federal Valmir Assunção, ligado ao Movimento dos Sem-terra (MST); os secretários Afonso Florence (Casa Civil), Luiz Caetano (Relações Institucionais) e Bruno Monteiro (Cultura); e Everaldo Farias, ex-presidente estadual do PT.

Após o almoço, Gleisi e comitiva seguiram para o Largo do Pelourinho, onde uma multidão de representantes de movimentos sociais, parlamentares dos partidos de esquerda (PT, PCdoB, PSB e Psol) e secretários estaduais estão reunidos no ato político e cultural que acontece, simultaneamente, nas capitais do país para celebrar o Dia Nacional de Mobilização. Apesar de confirmadas as presenças do governador Jerônimo Rodrigues e do senador Jaques Wagner, os petistas ainda não compareceram.

Segundo Éden, o evento, organizado pelos movimentos sociais e frentes populares, é para “celebrar a democracia, a igualdade, a justiça, a vida e a luta da classe trabalhadora”. Para o petista, também marca 60 anos da ditadura militar no Brasil, que não deve ser esquecida para que não seja repetida.

“Um evento que marca a vitória da democracia sobre a tentativa de golpe, patrocinada pelos ex-presidente Bolsonaro e sua turma no dia 8 de janeiro, que já está muito bem esclarecida pelas investigações da Polícia Federal, do Ministério Público e do STF. E também contra a tentativa de um novo golpe, porque ao propor a anistia aos golpistas que tentaram derrubar o estado de direito democrático no Brasil é um golpe na democracia, na Constituição e no código penal. Aqueles que cometeram crime contra a nossa democracia devem ser investigados, responsabilizados e, com o devido processo legal, punidos. Isso aqui não é um pedido político, isso aqui é um pedido no sentido de que a Constituição prevaleça. Nós não queremos que eles façam o que fizeram com a presidente Dilma ou com o presidente Lula, que tiveram todos os processos anulados justamente porque não teve o devido processo legal”, disse o dirigente petista ao Portal M!.

Reprodução/Instagram @cutbahia

 

Leia também:

PT-BA participa no ato em defesa da democracia em Salvador neste sábado

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)