header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Executivos do Grupo Petrópolis são denunciados pela força-tarefa Lava Jato no PR

Executivos do Grupo Petrópolis são denunciados pela força-tarefa Lava Jato no PR

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Vinte e três pessoas foram denunciadas por lavagem de dinheiro e formação de organização criminosa

A força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, no Paraná, denunciou, nesta sexta (13), Walter Faria, dono do Grupo Petrópolis, por 642 atos de lavagem de dinheiro, praticados em conjunto com outras 22 pessoas vinculadas a corporação, ao departamento de Operações Estruturadas do grupo Odebrecht, entre outros. 

De acordo com o órgão, em valores correntes, o esquema movimentou o equivalente a mais de R$ 1 bilhão que foram lavados em favor da Odebrecht, entre 2006 e 2014.

A denúncia é fruto da 62ª fase da operação Lava Jato, deflagrada em 31 de julho, que apurou o envolvimento de executivos do grupo Petrópolis na lavagem de dinheiro desviado de contratos públicos, especialmente da Petrobras, pela Odebrecht.

Conforme apontam as provas colhidas na investigação, Faria, proprietário do grupo Petrópolis, atuou em larga escala na lavagem de ativos e desempenhou substancial papel como grande operador do pagamento de propinas principalmente relacionadas a desvios de recursos públicos da Petrobras. 

As evidências apontam que, além de ter atuado no pagamento de subornos decorrentes do contrato da sonda Petrobras 10.000, Faria capitaneou a lavagem de centenas de milhões de reais em conjunto com o grupo Odebrecht.

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política