Pular para o conteúdo
Início » Após vaias em Alagoas, Lira recebe apoio do presidente Lula

Após vaias em Alagoas, Lira recebe apoio do presidente Lula

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Foi segundo dia seguido que presidente da Câmara dos Deputados é hostilizado pelo público em evento do governo federal no seu Estado 

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), foi vaiado, nesta última sexta-feira (10), em cerimônia de entrega de apartamentos do Minha Casa, Minha Vida em Maceió (AL), questionou o público e recebeu apoio do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Foi o segundo dia seguido de vaias a Lira em um evento do governo federal – no dia anterior foi em entrega de obra hídrica com Lula no interior do Estado.

“Duvido que um morador que vai ser atendido por essas casas esteja vaiando hoje, isso é uma falta de respeito”, disse o presidente da Câmara. “Mais do que vaias e aplausos, a função do parlamentar é trabalhar pelo seu Estado, é continuar aprovando matérias no Congresso Nacional, é dando suporte para que tudo aconteça nas políticas públicas. E a Câmara dos Deputados faz o seu papel”, afirmou.

Em determinado momento, Lula se levantou e se colocou próximo a Lira, em sinal de apoio. Essa é um tática que vem sendo usada pelo petista para tentar controlar vaias a outro político em seu palanque. “Nenhum político, ele e eu, com respeito e sem demérito a nenhum político desse Estado, ninguém entregou mais casas no Estado do que o senador Benedito (de Lira, pai do presidente da Câmara) e o deputado Arthur Lira”, afirmou Lira. Líderes alagoanos adversários do grupo político do presidente da Câmara dos Deputados, como o ministro Renan Filho (Transportes) e o governador Paulo Dantas (MDB), também estavam no ato.

Ao discursar, Lula saiu novamente em defesa de Lira. O petista disse que as vaias a políticos de grupos adversários em eventos institucionais tornam mais difíceis suas viagens e inaugurações de obras.

“A gente precisa apenas aprender a respeitar quando o ato é institucional. O ato institucional não tem cor partidária. Porque senão fica difícil para um presidente da República viajar para inaugurar coisa. Porque as pessoas que vêm aqui são convidadas por nós. E ninguém leva ninguém na sua casa para ser vaiado, para ser maltratado”, declarou. 

“É uma questão de comportamento que me incomoda muito. Esse ato é para os companheiros do conjunto residencial Parque da Lagoa. É um ato que não tem partido político”, afirmou o presidente.

 

Leia também:

Em Maceió, Lula questiona mãe de cinco filhos ‘quando vai fechar porteira’

Lula critica ausência do prefeito do União Brasil na inauguração do Hospital Costa das Baleias

Rui Costa exalta trabalho do PT em inauguração do Hospital Estadual Costa das Baleias

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)