Pular para o conteúdo
Início » Anielle comemora prisão de suspeitos de mandar matar Marielle: “Grande dia”

Anielle comemora prisão de suspeitos de mandar matar Marielle: “Grande dia”

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Foram presos o deputado Chiquinho Brazão, seu irmão Domingos, conselheiro do TCE do Rio de Janeiro e o ex-chefe de Polícia Civil do Rio Rivaldo Barbosa

A ministra da Igualdade Racial, Anielle Franco, comemorou neste domingo (24), a prisão preventiva de três suspeitos de mandar matar, em 2018, a vereadora Marielle Franco, sua irmã, e o motorista Anderson Gomes. A Polícia Federal deflagrou hoje a Operação Murder Inc, por ordem do Supremo Tribunal Federal (STF), que também realizou 12 mandados de busca e apreensão no Rio de Janeiro.

“Só Deus sabe o quanto sonhamos com esse dia! Hoje é mais um grande passo para conseguirmos as respostas que tanto nos perguntamos nos últimos anos: quem mandou matar a Mari e por quê? Agradeço o empenho da PF, do gov federal, do MP federal e estadual e do Ministro @alexandre. Estamos mais perto da Justiça! Grande dia!”, escreveu Anielle, no X (antigo Twitter), em referência ao ministro Alexandre de Moraes, do STF, que assumiu o caso Marielle na semana passada.

Segundo apurou o Blog do Fausto Macedo, foram presos o deputado Chiquinho Brazão, seu irmão Domingos, conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro e o ex-chefe de Polícia Civil do Rio Rivaldo Barbosa. Os três são suspeitos de serem os mandantes dos assassinatos de Marielle e Anderson Gomes, que foram mortos a tiros em 2018, no Rio.

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)