Pular para o conteúdo
Início » “Recorde dos recordes”, diz Bruno Reis sobre o público da Bienal do Livro Bahia

“Recorde dos recordes”, diz Bruno Reis sobre o público da Bienal do Livro Bahia

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Prefeito classificou o evento como um "verdadeiro sucesso" e garantiu nova edição no próximo ano em Salvador

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) classificou, na manhã desta quinta-feira (2), como um “verdadeiro sucesso”  a Bienal do Livro Bahia, encerrada na quarta-feira (1º), após seis dias de programação, no Centro de Convenções Salvador, na Boca do Rio. “Recorde dos recordes”, disse ele ao comentar sobre o registro de mais de 100 mil visitantes, superando o público na edição anterior, em 2022.

“Chegamos ao fim ontem com mais de 100 mil visitas, o recorde dos recordes. O número do ano passado era 80 mil, então a gente esperava chegar a 90 [mil], e superou nossas expectativas. É um evento já consolidado, faz parte do nosso calendário oficial, e no ano que vem, independente de quem seja o prefeito, terá novamente a Bienal do Livro”, disse ao Portal M!, durante a entrega do novo Centro Especializado de Reabilitação, no Bairro da Paz.

O prefeito participou da abertura do evento na última sexta-feira (26), que neste ano trouxe  como tema ‘As histórias que a Bahia conta’ e contou com mais de 170 autores, personalidades e artistas, oferecendo mais de 100 horas de atividades e 200 marcas expositoras. A GL Events Exhibitions, empresa responsável pela organização do evento apoiado pelo Governo da Bahia e Prefeitura de Salvador, estima que mais de 800 mil livros foram vendidos e já confirmou a realização da próxima edição, em 2026.

A presença de quatro das maiores editoras do país (Companhia das Letras, Rocco, HarperCollins Brasil e Globo Livros), que fizeram suas estreias no evento neste ano, posicionou a Bienal Bahia como um evento literário nacional, e não mais regional.

Falta de luz

O público que decidiu curtir o feriado do Dia do Trabalhador na Bienal do Livro Bahia 2024, na  quarta-feira (1°), foi pego de surpresa após uma queda de energia deixar às escuras grande parte do Centro de Convenções.

De acordo com informações de pessoas presentas ao evento, a falta de luz aconteceu por volta das 11h na ala onde estava localizada a Arena Jovem e na praça de alimentação.

Questionado pelo Portal M! sobre o motivo do incidente, o prefeito se limitou a dizer que somente a Coelba poderia explicar sobre o assunto. “Inclusive, estou indo para lá agora”, completou.

Confira entrevista:

Leia também:

Bienal do Livro Bahia 2024 registra público recorde de mais de 100 mil visitantes em seis dias

Bruno Reis participa da abertura da Bienal do Livro Bahia

Estudantes da rede estadual vão ao primeiro dia de Bienal

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)