header1_bg
BANNER_728x90___COMBATE_A_DENGUEpx_1
Pular para o conteúdo
Início » Projeto reúne Alexandre Leão e Ricardo Carvalho na Caixa Cultural

Projeto reúne Alexandre Leão e Ricardo Carvalho na Caixa Cultural

2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Lançamento do espetáculo que conecta Música e História acontece entre os dias 18 e 19 de maio

A Caixa Cultural Salvador recebe entre os dias 18 e 19 de maio, às 20h, o lançamento do projeto #HISTOCA, um espetáculo que reúne Música e História, “que pretende convidar o público a resgatar fatos e momentos da própria vida, ao som de canções que marcaram época, sob efeito da lembrança do contexto histórico em que elas estiveram inseridas”, conforme define o cantor e compositor Alexandre Leão.

Quem não tem uma trilha sonora pessoal, composta por aquelas músicas que, ao primeiro acorde, já sequestram a mente para um fato marcante? O professor e historiador Ricardo Carvalho ressalta que é justamente “a história que toca a percepção e o coração de cada um para compreender a vida, sendo o elo entre o que acontece no agora e as contribuições do que se passou ao longo dos anos”.

A escolha do nome do espetáculo busca traduzir o objetivo de Alexandre Leão, Ricardo Carvalho e do diretor artístico Andrezão Simões, provocar os espectadores ao questionamento da relação entre música e história em suas trajetórias. Andrezão explica que o uso da hashtag antes da palavra “é a categorização de assuntos da modernidade associada ao sustenido que eleva as notas para cima, simbolizando a ampliação da consciência”.

Reunidos, os três resolveram criar um espetáculo imersivo para o público de todas as idades, pessoas que adoram conhecer a história da nossa terra de um jeito diferente, através desta associação de linguagens, da arte e da educação, da informação e da canção, da poesia e da melodia. Um dos exemplos é o próprio “Hino do Senhor do Bonfim”, sua composição e sua construção histórica, que envolvem a fé, a tradição e os festejos sagrados e profanos da maior festa popular de Salvador, depois do Carnaval. 

No repertório, trechos e canções conhecidas, reconhecidas e relacionadas a uma aula afetiva e divertida sobre símbolos, acontecimentos e personagens culturais e históricas, compositores, heroínas e heróis dos tempos, que nos atravessam em costumes e manifestações sociais, políticas, artísticas, como a dança, a música, as tradições orais, culinárias, e tantas outras.

Ao aceitar o desafio de costurar o roteiro e o protagonismo interativo dos artistas, Andrezão Simões foi surpreendido “com a afinação e a afinidade de Alexandre e Ricardo nos assuntos e no palco. A estreia será concentrada em histórias e músicas da Bahia, mas já pensamos em ampliar para novos públicos e novos eixos temáticos, brasileiros, internacionais e continentais, da invasão do Brasil aos tempos atuais”, ressaltou o diretor.

No palco, Alexandre Leão (violão e voz), Joceval Santana (percuteria), Isaías Rabelo (teclado), Israel Ramos (baixo) e Ricardo Carvalho, nas contações de histórias, explicações e interações artísticas. 
 

Leia também

UFBA lança Cátedra Gilberto Gil de Estudos da Cultura em Salvador

Marcações:

Política