Pular para o conteúdo
Início » Documentário “A Voz do Gueto” tem pré-estreia marcada para sábado

Documentário “A Voz do Gueto” tem pré-estreia marcada para sábado

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

O evento contará com shows de Késia Souza, Zulai e da animada Band Jazz Descobrir, que certamente vão encantar o público com suas performances envolventes.

A pré-estreia do documentário “A Voz do Gueto” está marcada para acontecer no sábado (11), na Praça do Trabalhador, no bairro do Baianão, em Porto Seguro, Bahia, às 19h. O evento contará com shows de Késia Souza, Zulai e da animada Band Jazz Descobrir, que certamente vão encantar o público com suas performances envolventes.

Os moradores aguardam ansiosamente a estreia do aguardado filme “A Voz do Gueto”. Produzido graças ao prêmio contemplado pela Lei Paulo Gustavo, concedido pela prefeitura de Porto Seguro através do Governo Federal, o filme promete ser uma obra cinematográfica que mergulha no empoderamento, no talento e na transformação que ecoa pelas ruas da periferia.

Dan Hudson, diretor por trás do documentário “A Voz do Gueto”, descobriu o Instituto Descobrir durante a exibição do seu filme no Festival de Cinema de Trancoso. Encantado com o potencial narrativo da instituição e sua profunda conexão com a comunidade, Dan viu a oportunidade de contar uma história poderosa que transcende as telas.

Com formações em Cinema e em Jornalismo, Dan Hudson traz consigo uma vasta experiência no audiovisual. Ele atuou durante anos como coordenador de produção na TV da Universidade Federal da Bahia (UFBA), onde sua paixão por documentários se intensificou. Seu compromisso com a arte do cinema o levou a ser reconhecido com premiações por todo o país.
“Vamos ver uma Porto Seguro que o turista não conhece”, expressa Dan Hudson, cuja visão única e sensibilidade artística prometem oferecer ao público uma experiência cinematográfica transformadora. Produzido pela O Andantte Filmes, “A Voz do Gueto” apresenta imagens envolventes e entrevistas emocionantes que ganham vida na tela grande, transportando os espectadores para dentro da história do Instituto Descobrir.

O Instituto Descobrir é uma organização sem fins lucrativos fundado por Francis de Holanda com o objetivo de oferecer educação e oportunidades para jovens na comunidade do Baianão, em Porto Seguro, Bahia. Por meio da música e de programas educacionais, o Instituto busca promover a transformação social, capacitando os jovens não apenas academicamente, mas também pessoalmente, oferecendo-lhes uma nova perspectiva de vida e incentivando o desenvolvimento de seus talentos.

Com o apoio crucial de figuras como Mara Viana, vencedora do BBB6, e do empresário Luigi Rotunno, o Instituto Descobrir se tornou um símbolo de esperança e oportunidade para a comunidade local.
Francis de Holanda é uma renomada musicista e fundadora do Instituto Descobrir no bairro do Baianão, em Porto Seguro, foi recentemente agraciada com o prestigiado prêmio “Mestre do Saber” pela Prefeitura local. Reconhecida por sua dedicação à promoção da educação musical e por oferecer oportunidades transformadoras para jovens talentos da comunidade, Francis tem sido uma figura inspiradora no cenário cultural do extremo sul da Bahia. Seu compromisso em capacitar os jovens através da música e sua contribuição significativa para a educação na região foram destacados pela Prefeitura ao conceder-lhe esse importante reconhecimento.

A Band Jazz do Instituto Descobrir, composta por alunos da periferia de Porto Seguro, tem uma história inspiradora que reflete os temas do filme, destacando a importância da inclusão, resiliência e superação de desafios, enquanto celebra as influências do Jazz.

A banda incorpora as ricas tradições do Jazz em sua música, demonstrando como esse gênero transcende barreiras sociais e culturais. Sua jornada de Porto Seguro ao Rio de Janeiro para a primeira turnê nacional em 2023, não apenas exibe sua dedicação à música, mas também ressalta como o Jazz serve como uma forma de expressão poderosa e unificadora, tanto para os membros da banda quanto para os personagens do filme.
Cada cena do filme foi cuidadosamente planejada e filmada, capturando a essência da comunidade do Baianão e a importância do Instituto Descobrir na vida de seus habitantes. As entrevistas são conduzidas de maneira íntima e sincera, revelando as histórias por trás dos personagens que tornam essa narrativa tão poderosa.

A jornada do filme aborda questões universais como inclusão social, valorização dos talentos locais e inspiração para as futuras gerações, “A Voz do Gueto” promete não apenas entreter, mas também provocar reflexões profundas sobre o poder do cinema como ferramenta de transformação social. 

Leia também

Tourinho: reforma e formalização de terreiros representam reparação histórica

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)