Pular para o conteúdo
Início » Davidson Magalhães destaca criação do calendário do artesanato da Bahia

Davidson Magalhães destaca criação do calendário do artesanato da Bahia

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Ao Portal M!, secretário contou sobre as iniciativas da Setre para fomentar o setor artesanal na Bahia

O Museu de Arte Contemporânea da Bahia (MAC-BA), administrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC), recebe, em homenagem ao mês dos Povos Originários, a Edição Indígena da Feira Artesanato da Bahia. O evento, iniciou nesta sexta-feira (26) e segue até domingo (28), das 16 às 22h, com entrada gratuita.

Com iniciativa da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), o titular da pasta, Davidson Magalhães, ressaltou a importância do processo de capacitação e fortalecimento do artesanato na Bahia.

“Nós criamos a marca Artesanato da Bahia, que era muito importante para o próximo passo ser exatamente a gente registrar a origem dos produtos, que é fundamental para garantir a autenticidade e também a identidade desses produtos. Com o portal do artesanato ganhamos um prêmio nacional, porque possui o georreferenciamento dos principais mestres e mestras, uma política de valorização para que a gente não perca o saber fazer, porque todos esses saberes são passados de geração em geração. É a parte da nossa cultura, da nossa identidade cultural que está vinculada”, afirmou Davidson ao Portal M!.

O secretário da Setre relembrou o sucesso do Festival da Cerâmica em Maragogipinho, realizado no mês de novembro, no distrito de Aratuípe. O evento, que conta com uma extensa programação, vai passar a integrar oficialmente o calendário do artesanato que está sendo criado pelo Governo do Estado.

“São várias feiras que nós realizamos, e estamos criando exatamente um calendário do artesanato da Bahia, que são realizações de festas, como fizemos o ano passado em Maragogipinho. Foi um espetáculo a realização do primeiro Festival da Cerâmica, e Maragogipinho é o maior centro de cerâmica da América Latina. Fizemos um grande festival, entrou para o nosso calendário. A Bahia está entre os três maiores centros de polos de artesanato do Brasil e nunca tinha realizado um festival nacional. Vamos realizar em maio, o Festival Nacional de Artesanato na Bahia e, além das ações específicas, iremos trazer duas temáticas que diz à respeito da nossa cara e baianidade. Um é o artesanato indígena e o artesanato quilombola. Nós estamos fortalecendo essas duas temáticas, que tem muito a ver com a identidade do nosso Estado”, pontuou.

 

Leia também:

“Governo fortalece política de fomento ao artesanato da Bahia”, diz Weslen Moreira ao destacar “valorização da cultura popular”

Davidson elogia escolha de Lídice como coordenadora da campanha de Geraldo Jr: “Coloca um grau de responsabilidade e importância”

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)