Pular para o conteúdo
Início » Cortejo Afro realiza show no Concha Negra nesta sexta-feira

Cortejo Afro realiza show no Concha Negra nesta sexta-feira

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Luedji Luna, Ilê Aiyê e Núcleo de Ópera da Bahia são os convidados da primeira noite do projeto

A terceira edição do Concha Negra, projeto que exalta a riqueza da produção musical afro-baiana no maior equipamento cultural da Bahia, acontece nesta sexta-feira (23). A banda Cortejo Afro será a responsável por fazer as honras da casa, recebendo no palco da Concha Acústica do TCA os convidados Ilê Aiyê e Chico César.

O Núcleo de Ópera da Bahia será responsável para apresentação de abertura da noite. O evento começa às 18h30 e ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), à venda na bilheteria física do TCA e online através da plataforma Sympla.

Com roupas exuberantes, músicas e coreografias ricas em movimentos ligados à cultura afro, a Banda Cortejo Afro surgiu através da releitura de experiências musicais e da estética afrodescendente. Intitulada de “revolução musical afro-baiana”, a banda traz uma batida percussiva que mistura ritmos africanos às batidas eletrônicas e ao pop. No palco, eles prometem um repertório único, formado por composições próprias, já consagradas pelo público, e releituras de canções nacionais.

Mais antigo e famoso bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê foi convidado pelo Cortejo Afro para apresentar suas quatro décadas de valorização das histórias e estéticas negras. o Ilê leva ao palco os ritmos e a dança afro carregados de ancestralidade, em homenagem aos países africanos, revoltas negras, personalidades e estados brasileiros que contribuíram fortemente para o processo de identidade étnica e auto-estima do negro. 

Natural da Paraíba, o cantor e compositor Chico César encontrou na Bahia um terreno fértil para explorar e celebrar sua diversidade artística. Elementos do samba-reggae, do axé e do forró estão sempre frequentes em suas composições que serão apresentadas no palco da Concha Negra, proporcionando uma verdadeira conexão cultural e musical entre o cantor e o Cortejo Afro.

O Núcleo de Ópera da Bahia (NOB) será o responsável pela abertura da noite, com uma apresentação que mescla o universo da ópera com a cultura afro, mais especificamente à afro-baiana. Criado em 2016 pelo compositor Aldo Brizzi, pela cantora baiana Graça Reis e pelo articulador cultural André Reis, o NOB já realizou concertos com grandes nomes da música, como Cortejo Afro, Daniela Mercury, Maria Gadú, Chico César e Gilberto Gil.

 

Leia também:

Semana do Cinema 2024 começa nesta quinta com ingressos a R$ 12; veja como comprar

Didá, Márcia Short, Ayabass, Timbalada, Filhos de Gandy, Gaby Amarantos, Cortejo Afro Luedji Luna, Ilê Aiyê e muito mais; confira na agenda do Portal M!

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)