header1_bg
1__BANNER_728x90
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_CAPITAL_728x90___SAO_JOAO_2024
BANNER_728x90___BRT_LAPA
BANNER_728x90___E_LAURO__E_TRABALHO
1__BANNER_728x90
Pular para o conteúdo
Início » Prefeitura amplia parceria para qualificação de jovens em vulnerabilidade social

Prefeitura amplia parceria para qualificação de jovens em vulnerabilidade social

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Ampliação da parceria vislumbra novas oportunidades para os jovens 

Nesta terça-feira (21), a Prefeitura de Salvador firmou um termo de cooperação com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), ampliando sua parceria para a realização das Oficinas de Criatividade. Essa iniciativa visa capacitar e inserir no mercado de trabalho jovens e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

Com a assinatura do termo, as Oficinas de Criatividade, já em andamento em alguns Centros de Referência de Assistência Social (Cras) da capital baiana, serão estendidas aos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e às unidades de acolhimento da rede da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre). Essas atividades contemplam adolescentes e jovens de 14 a 24 anos, visando oferecer-lhes oportunidades de desenvolvimento.

A cerimônia de assinatura ocorreu no Espaço de Cidadania do CIEE, em Nazaré, onde o prefeito Bruno Reis ressaltou a importância desses programas, compartilhando sua própria experiência ao mencionar que seu primeiro estágio foi conquistado com a ajuda do CIEE, seguido pelo seu primeiro emprego formal. Ele enfatizou que tais projetos têm o poder de transformar vidas, destacando a importância da experiência prática em conjunto com os estudos.

“São projetos como esse que têm a capacidade de transformar a vida das pessoas. A experiência no estágio ensina muito. O banco da academia é fundamental para a gente desenvolver nossa capacidade de compreensão, aprender a teoria, mas a prática ensina muito. Se de um lado precisa estudar, do outro precisa trabalhar. Quem estuda e trabalha vai ter resultado”, disse o gestor municipal”, disse.

O secretário da Sempre, Júnior Magalhães, destacou que mais de 75% dos participantes das oficinas do CIEE são provenientes de famílias cadastradas no Cadastro Único, evidenciando a relevância dessas oportunidades para jovens em situação de vulnerabilidade. Ele salientou que a parceria com o CIEE permitirá ampliar esse trabalho para toda a rede social da secretaria, proporcionando qualificação e oportunidades de emprego para mais jovens.

“O CIEE tem relações com toda a iniciativa privada. O que esses jovens precisam é de oportunidade para ajudar no sustento de suas famílias. Serão jovens qualificados que não vão sair da escola, terão a carga horária correta, com direitos trabalhistas assegurados. O termo de compromisso possibilita a ampliação desse trabalho, já feito hoje em alguns Cras, e que agora será institucionalizado em toda a rede social da secretaria”, comentou.

Humberto Casagrande, CEO do CIEE, comemorou a expansão da parceria com a Prefeitura, destacando que, “embora a entidade atenda atualmente cerca de 7,5 mil jovens, há uma demanda muito maior”. Ele expressou o desejo de que essa parceria crescente alcance um número ainda maior de jovens em busca de oportunidades.

Elisângela Ramos, orientadora social das Oficinas de Criatividade do CIEE, explicou como são conduzidas as atividades. Os encontros ocorrem em comunidades, com turmas de 25 jovens, abordando temas como identidade, mundo do trabalho, entrevista de emprego, currículo e projeto de vida. Ao final, os participantes são encaminhados para vagas de emprego, entrevistas e dinâmicas de grupo, mas também são consideradas outras áreas de interesse, como as artes, para aqueles que optam por seguir caminhos não tradicionais.

“Desenvolvemos temáticas como identidade, mundo do trabalho, entrevista de emprego, currículo, projeto de vida. Ao final, a gente identifica se encaminhamos para as vagas, para o processo de entrevista e dinâmica de grupo. Mas há também os jovens que não querem trabalhar formalmente; que querem ser artistas, por exemplo. Então, a gente também encaminha para essas áreas mais pertinentes”, ponderou.

 

 

Leia também:

Desenrola Brasil tem prazo de adesão prorrogado por mais 60 dias 

Marcações:

Política