header1_bg
1__BANNER_728x90
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_CAPITAL_728x90___SAO_JOAO_2024
BANNER_728x90___BRT_LAPA
BANNER_728x90___E_LAURO__E_TRABALHO
1__BANNER_728x90
Pular para o conteúdo
Início » Operação investiga lobista e ex-servidora pública por venda de decisões judiciais

Operação investiga lobista e ex-servidora pública por venda de decisões judiciais

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Endereços em que estão ocorrendo as diligências e os nomes dos envolvidos não foram divulgados

A Polícia Federal e o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) cumprem, na manhã desta terça-feira (30), em Salvador, dois mandados de busca e apreensão numa ação denominada Mascavado, desdobramento da Operação Faroeste.

Os endereços em que estão ocorrendo as diligências e os nomes dos envolvidos não foram divulgados. Os alvos da ação foram um homem apontado como lobista dentro de um suposto esquema de vendas de decisões judiciais e uma ex-servidora pública do Poder Judiciário baiano.

De acordo com o MP-BA, os dois envolvidos são investigados por crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa.

A ação de hoje parte de elementos trazidos pelas apurações da Faroeste, que desvendou suposto esquema de venda de decisões judiciais, além da relação entre o lobista, a ex-servidora e um ex-desembargador do Tribunal de Justiça, também investigado pela operação.

As investigações indicam que o lobista fazia a negociação para a venda das sentenças favoráveis aos clientes. Já a ex-servidora aparece como beneficiária do comércio ilegal, cujo teria ameaçado denunciar o esquema criminoso caso deixasse de receber parte da propina.

Participam das diligências integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MP e da Delegacia de Combate à Corrupção, Desvio de Recursos Públicos e Crimes Financeiros (Delecor), da PF.

Política