Pular para o conteúdo
Início » Morar Melhor alcança 300 casas reformadas em Campinas de Pirajá

Morar Melhor alcança 300 casas reformadas em Campinas de Pirajá

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Prefeito autorizou a requalificação do campo de futebol do Parque Tercal

O programa Morar Melhor concluiu em Campinas de Pirajá mais uma etapa de reformas habitacionais, beneficiando famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Na manhã deste domingo (28), o prefeito Bruno Reis e o secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Francisco Torreão, fizeram a entrega de 100 casas na região do Parque Tercal. 

A iniciativa ocorre no bairro pela segunda vez e já acumula 300 imóveis reformados. “O Morar Melhor era a principal demanda aqui da comunidade e, por isso, nossas equipes fizeram os cadastros das casas que precisavam de intervenções, conforme requisitos e critérios técnicos. Talvez este seja o maior programa de alcance social de nossa cidade por cuidar de pessoas que viviam em condições subumanas, trazendo dignidade e resgatando a autoestima”, destacou Bruno Reis.

O gestor lembrou que, diferente da maioria dos programas habitacionais que fazem reassentamentos em áreas distantes do centro da cidade, o Morar Melhor tem o diferencial de mudar a vida das pessoas sem que elas mudem de endereço, fazendo com que seus vínculos e histórias sejam preservados. 

Além de investimentos em habitação, outras novidades estão previstas para o entorno. O prefeito autorizou a requalificação do campo de futebol do Parque Tercal e lembrou que o município vai investir mais de R$ 100 milhões na construção do Hub de Tecnologia e no Centro de Controle e Operações entre Campinas de Pirajá e Boa Vista do Lobato.

Critérios 

As áreas beneficiadas com o Morar Melhor atendem a diversos critérios com base em dados do IBGE, a exemplo de maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento, de pessoas abaixo da linha da pobreza, de mulheres chefe de família, além de maior densidade habitacional e precariedade habitacional obtida pela observação de campo. 

Não são contemplados imóveis em situação de risco ou de aluguel, assim como famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos. As equipes do programa vão até o local e fazem o cadastramento das casas, e as obras são realizadas de acordo com a escolha dos próprios moradores.

“Esse programa tem nove anos de existência e já atendeu mais de 50 mil famílias em toda a capital baiana. Mas ainda temos novas metas para alcançar. Conforme determinação do prefeito, até o final do ano, teremos mais  4 mil reformas de casas para entregar por meio dessa iniciativa, que vem trazendo mais qualidade de vida para a população”, pontuou o titular da Seinfra, Francisco Torreão.

 

Leia também:

Salvador passa a utilizar prontuário médico público com assinatura eletrônica 

Com reforço das forças de segurança, ônibus voltam a circular e comércio abre no bairro de São Cristóvão 

Com pedidos de justiça pela morte do cão Joca, tutores fazem manifestações em aeroportos 

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)