Pular para o conteúdo
Início » Mais de 15 milhões ainda precisam fazer biometria no país

Mais de 15 milhões ainda precisam fazer biometria no país

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Aqueles que não comparecerem aos cartórios terão o título cancelado

O primeiro turno das eleições municipais de 2020 será no dia 4 de outubro. O tempo parece distante. Mas, o prazo final para o cadastramento biométrico está cada vez mais curto e a não realização do procedimento pode gerar prejuízos ao eleitor.

De acordo com um levantamento pelo portal G1 feito a partir de dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mais de 15 milhões de brasileiros ainda precisam fazer a biometria para votar no ano que vem. Na Bahia, a questão atinge 1.129.600 eleitores, segundo a côrte.

Ainda segundo os dados, do total nacional, mais da metade (56,6%) mora em cidades onde a revisão biométrica ainda está em andamento ou se encerrou recentemente. Porém, segundo o G1, essas 8,8 milhões pessoas ainda não foram ao cartório eleitoral.

Já as demais 6,7 milhões (ou 43,4%) já tiveram o título de eleitor cancelado por não comparecer à revisão biométrica nas cidades onde o processo já foi encerrado há mais tempo.

Conforme as informações, Salvador está entre as cidades com o maior número de títulos cancelados: 226,5 mil. Na capital baiana, dos mais de 1,8 milhão de eleitores, 99,93% já foram biometrizados. Em alguns municípios, a exemplo dos localizados na Região Metropolitana, o prazo final para fazer o cadastramento biométrico vai até o dia 18 de fevereiro de 2020.

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)