Pular para o conteúdo
Início » Com investimento de R$ 671 mil, Bruno Reis inaugura USF na Liberdade

Com investimento de R$ 671 mil, Bruno Reis inaugura USF na Liberdade

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Unidade inaugurada terá capacidade para atender aproximadamente 460 pessoas por dia

A Prefeitura de Salvador inaugurou, na manhã desta segunda-feira (13), a Unidade de Saúde da Família (USF) da Liberdade, para oferta de serviços de atenção integral à saúde, desde o recém-nascido ao idoso, através de atendimento médico e odontológico. Com investimento de R$671 mil, esta é a nona unidade inaugurada pela atual gestão.

Durante a entrega, o prefeito Bruno Reis (União Brasil) afirmou que a USF da Liberdade vai ampliar a oferta de saúde na região, contribuindo para a cidade se aproximar dos 70% de cobertura da atenção básica, atingindo assim a universalização, conforme preconiza o Ministério da Saúde. 

“Inauguramos essa unidade na Liberdade, com três equipes de saúde da família, três equipes de saúde bucal, farmácia e sala de vacinação. Com isso, a gente amplia a oferta, e soma-se aos percentuais da cidade, que já se aproximam da casa de 70% de cobertura. Ainda há previsão de mais uma unidade no distrito da Liberdade, na sede do OAF [Organização de Auxílio Fraterno], de mais outras duas unidades aqui próximo do distrito de Itapajipe, uma no Areal e outra no Uruguai. Com isso, a gente avança para universalizar, mesmo considerando a população anterior, que é o nosso objetivo”, destacou o prefeito em entrevista ao Portal M!.

A unidade inaugurada terá capacidade para atender aproximadamente 460 pessoas por dia, e prestará assistência prioritária à população da área adstrita da Liberdade, onde há cerca de 12 mil pessoas cadastradas na Estratégia de Saúde da Família.

Segundo o gestor, a cidade já teria alcançado os 70% de cobertura da atenção básica se considerasse os números mais recentes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística referentes à população.

“Se eu fosse seguir os dados do IBGE, já tinha passado dos 70%. Mas quem anda nessa cidade todos os dias, como eu ando, sabe o quanto ela cresceu e quais são as suas reais necessidades, independentemente dos números”, pontuou.

Bruno destacou ainda os avanços de Salvador na área da saúde, entre eles a ampliação na cobertura da atenção básica nos últimos anos

“Éramos a última colocada em oferta da atenção básica. Tínhamos apenas 18% de cobertura e, com essas unidades que estamos inaugurando, vamos ser a capital que mais avançou”, disse. 

Além disso, o prefeito lembrou o aumento do número de Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) – de uma para 11 – e a criação de três hospitais.

Além do Hospital Municipal, o primeiro da história da cidade, serão inaugurados este ano a primeira Maternidade Municipal, com Hospital da Criança, e o Hospital do Homem, cuja entrega está prevista para junho.

A vice-prefeita e secretária municipal de Saúde, Ana Paula Matos, explicou que a criação de novas unidades de saúde na Liberdade e Cidade Baixa é estratégica. “O prefeito, de imediato, determinou que construíssemos mais unidades nesses locais”, disse. Ela ainda adiantou que, no Areal, a estrutura será um complexo de saúde, com CAPS Infantil (Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil) e Unidade de Saúde da Família (USF).
    
A secretária destacou ainda a marca de 1 milhão de atendimentos alcançados pelo programa Saúde nos Bairros e o papel das Upinhas para auxiliar Salvador a ser uma das primeiras cidades a superar a epidemia de dengue.

“Em nenhum momento nós agravamos e temos dados que comprovam. No ano passado, até esse período, havia 1.772 casos confirmados de dengue. Esse ano, caiu mais do que a metade, com 825 casos”, comparou.

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)