header1_bg
1__BANNER_728x90
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_728x90___APP_ALBA_1_2
BANNER_CAPITAL_728x90___SAO_JOAO_2024
BANNER_728x90___BRT_LAPA
BANNER_728x90___E_LAURO__E_TRABALHO
1__BANNER_728x90
Pular para o conteúdo
Início » Câmara discute reabertura do Hospital Espanhol

Câmara discute reabertura do Hospital Espanhol

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)
Amanhã , 9, o Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador vai debater sobre a reabertura do Hospital Espanhol. A Audiência Pública foi uma solicitação de Clarindo Silva à Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores.Foram convidados pelos vereadores proponentes da Audiência Pública, os representantes dos sindicatos de todas as categorias envolvidas, os ex-funcionários do Hospital Espanhol, os conselhos de classe, Ministério Público e  representantes da Justiça. Histórico  O Hospital Espanhol fechou suas portas no dia 30 de setembro de 2014 em decorrência de má gestão e até hoje há mais de dois mil funcionários – médicos, enfermeiros, odontólogos, nutricionistas, assistentes sociais, fisioterapeutas, técnicos, auxiliares de serviços administrativos… –  que entraram na Justiça e reivindicam seus direitos.O destino do hospital ainda está sendo decidido. Com o fechamento da unidade Salvador perdeu 270 leitos hospitalares , 60 de UTI adulto e 12 de UTI Neo-natal, além de centros cirúrgicos, centro de hemodiálise, unidade coronariana , ambulatórios, centro de imagem, laboratório, entre outros equipamentos.   Tatiana Ribeiro

Amanhã , 9, o Centro de Cultura da Câmara Municipal de Salvador vai debater sobre a reabertura do Hospital Espanhol. A Audiência Pública foi uma solicitação de Clarindo Silva à Comissão de Saúde da Câmara dos Vereadores.
Foram convidados pelos vereadores proponentes da Audiência Pública, os representantes dos sindicatos de todas as categorias envolvidas, os ex-funcionários do Hospital Espanhol, os conselhos de classe, Ministério Público e  representantes da Justiça.

Histórico  
O Hospital Espanhol fechou suas portas no dia 30 de setembro de 2014 em decorrência de má gestão e até hoje há mais de dois mil funcionários – médicos, enfermeiros, odontólogos, nutricionistas, assistentes sociais, fisioterapeutas, técnicos, auxiliares de serviços administrativos… –  que entraram na Justiça e reivindicam seus direitos.
O destino do hospital ainda está sendo decidido. Com o fechamento da unidade Salvador perdeu 270 leitos hospitalares , 60 de UTI adulto e 12 de UTI Neo-natal, além de centros cirúrgicos, centro de hemodiálise, unidade coronariana , ambulatórios, centro de imagem, laboratório, entre outros equipamentos.

 

Política