header1_bg
Pular para o conteúdo
Início » Duda Sanches: Governo do Estado é “coadjuvante no Carnaval de Salvador”

Duda Sanches: Governo do Estado é “coadjuvante no Carnaval de Salvador”

banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Vereador saiu em defesa do prefeito Bruno Reis, após ser acusado de "tentativa de apropriação" e "tenta 'surfar'" da folia do Pelourinho

O vereador Duda Sanches (União Brasil) saiu em defesa, nesta sexta-feira (16), do prefeito Bruno Reis (UB), após ser acusado pelo secretário estadual de Cultura, Bruno Monteiro, e pelo vice-governador Geraldo Jr (MDB), candidato a prefeito, de “tentativa de apropriação” e “tenta ‘surfar'” da folia do Pelourinho. O parlamentar ressaltou a importância da Prefeitura no Carnaval de Salvador. Para ele, o Governo do Estado desempenha um papel também revelante, mas não está no centro das atenções.

“Por mais que saibamos a importância do Governo do Estado no Carnaval, e destaco o papel da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, todos nós sabemos que é um papel de coadjuvante. Do cordeiro do bloco até o dono do camarote, todos sabem que a prefeitura tem protagonismo nessa festa. Não à toa é o Carnaval de Salvador”, destacou.

Sanches ressaltou ainda o esforço da administração municipal para descentralização da festa momesca. “Esse ano, em que pese a Barra estivesse novamente lotada, tivemos mais gente no Campo Grande. Isso mostra que a estratégia está dando certo e nos próximos carnavais teremos ainda mais um equilíbrio”, disse.

Tourinho

O secretário municipal de Cultura e Turismo, Pedro Tourinho, também rebateu, nesta última quinta-feira (15), as críticas do secretário Bruno Monteiro. “Quem é de fora pode não saber, mas o Centro Histórico é maior do que o Largo do Pelourinho, e existe um circuito de Carnaval dedicado a ele, que é o Batatinha”, alfinetou Tourinho, sem mencionar o nome de Monteiro, que é natural de Porto Alegre, morou em Brasília e no Rio, mas vive em Salvador desde 2018. Antes de assumir o cargo, ele era assessor de imprensa do senador Jaques Wagner (PT).

Em publicação nos stories da sua conta oficial no Instagram, o secretário municipal destacou ainda ações da Prefeitura no Centro Histórico durante o Carnaval de Salvador. “A Prefeitura contratou ou apoiou diretamente centenas de atrações que se apresentaram no Centro Histórico durante o Carnaval, em cortejos nas ruas do Pelourinho ou nos seis palcos que promove no circuito: o Coreto do Largo de Santo Antônio; o Axé Pelô, no Largo de Tieta; o Terreiro do Samba, na Cruz Caída; o Palco Multicultural, na Praça Municipal; o Palco Donas do Som; e o Palco Salvador Capital Afro, ambos na Praça Castro Alves”, pontuou.

Pedro Tourinho reforçou que, além disso, cabe à Prefeitura todo ordenamento do desfile, toda limpeza pública antes, durante e depois, o reforço de iluminação, atendimento de saúde, defesa civil e organização de trânsito e ambulantes. “A Guarda Municipal também faz a segurança do Centro Histórico, em parceria consolidada com a Polícia Militar”, frisou.

“Eventos no Centro Histórico demandam cuidados especiais, principalmente, no que diz respeito à superlotação. É preciso dosar o tamanho das atrações ao espaço para garantir segurança dos foliões, a experiência das famílias que frequentam com tranquilidade o Carnaval do Centro e também a segurança do patrimônio histórico”, complementou.

 

Leia também:

Tourinho rebate Monteiro: “Centro Histórico é maior do que o Largo do Pelourinho”

Carnaval: Monteiro acusa prefeito de “tentativa de apropriação” do Pelourinho

“Tenta surfar” e “desviar o foco das limitações”, dispara Geraldo Jr ao defender atuação do Estado no Carnaval do Pelourinho

Bruno Reis comemora sucesso do Carnaval de Salvador: “Trouxemos o maior público da história”

Marcações:
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
banner_portal_noticias__1_Milhao_de_Amigos_osid___1140x130px
2__BANNER_1140x130___CUIDANDO_DE_VOCE (1)

Política