LDO com previsão de R$12 bi é enviada pela Prefeitura à CMS

Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias aponta aumento de 2,46% em comparação ao ano passado

Por Redação
15/05/2024 às 13h31
  • Compartilhe
Foto: Lucas Moura/PMS
Foto: Lucas Moura/PMS

O prefeito Bruno Reis (União Brasil) encaminhou, nesta terça-feira (14), à Câmara Municipal de Salvador (CMS), o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício do próximo ano. O documento prevê receitas estimadas em R$12 bilhões, um aumento de 2,46% em comparação ao ano passado.

Segundo o secretário municipal da Casa Civil, Luiz Carreira, a LDO contempla os principais programas e projetos que refletem os compromissos assumidos no plano de governo e estabelece as orientações para a elaboração e execução da Lei Orçamentária Anual (LOA). "Estão especialmente destacadas ações relacionadas às áreas sociais, como Saúde, Educação e Assistência Social, além de infraestrutura, mobilidade, tecnologia, meio ambiente, entre outras".

Alinhado com o Plano Plurianual 2022-2025, a LDO prioriza 12 programas de governo com 131 ações a serem executadas no próximo ano, visando à eficiência fiscal e à sustentabilidade. Na área da educação, estão previstas a construção e reconstrução de 23 escolas e a reforma de outras 32. Na saúde, serão nove novas Unidades de Saúde da Família (USF), a reforma de 50 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e a ampliação e modernização do Hospital Municipal de Salvador, entre outras ações.

Na assistência social, destacam-se a criação de um novo Centro de Convivência Socioassistencial, um novo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), uma residência inclusiva para pessoas com deficiência e três novos restaurantes populares. A cidade também contará com importantes obras, como a Arena Multiuso na Boca do Rio e o complexo Cidade da Música no Centro Histórico.

Estão previstas intervenções de mobilidade urbana, incluindo a construção e recuperação de pontes e viadutos, novas unidades habitacionais, e obras de saneamento e novas habitações para projeto do Novo Mané Dendê. Também será implementado o Centro de Comando de Controle de Operações (CCO), no Subúrbio. As obras de prevenção contra desastres provocados pelas chuvas terão continuidade, com a contenção de 12 encostas e a implantação de 20 geomantas.


Leia também:

Bruno Reis diz que Salvador é responsável por 70% das novas vagas de emprego na Bahia em 2024

Desenrola MEI para micro e pequenas empresas começa nesta segunda-feira

Lei que proíbe sacolas plásticas em supermercados passa a valer em Salvador