Kleber Rosa critica Lei Áurea: "Foi um projeto genocida"

Pré-candidato ao Governo da Bahia falou sobre o assunto durante gravação para um podcast, nesta sexta-feira (13)

Por Redação
13/05/2022 às 22h30
  • Compartilhe
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

O pré-candidato do PSOL a governador da Bahia, Kleber Rosa, falou durante gravação para um podcast, nesta sexta-feira (13), sobre o que faltou na Lei Áurea e porque a sua promulgação pura e simples não melhorou a condição da população negra no Brasil.      
       
"A Lei Áurea foi um projeto genocida. Planejaram nossa inexistência e nos jogaram nas estradas sem direito algum. Precisamos fazer a verdadeira abolição, dando à população negra as plenas condições de nosso desenvolvimento econômico e social", disse Kleber Rosa.
           
O pré-candidato lembrou que a Lei Áurea tem apenas dois artigos e 14 palavras o que nem de longe poderia dar conta de mais de 300 anos de escravidão no Brasil e toda a complexidade da condição dos negros libertos em 13 de maio de 1888.

"Precisamos também reforçar as lutas de figuras históricas como Zumbi dos Palmares, Tereza de Benguela, Luís Gama, Aluísio Azevedo, José do Patrocínio e todos aqueles que durante muitos anos trabalharam pela liberdade e pelos direitos da população negra naquele momento e de todos que hoje continuam carregando essa bandeira de luta", enfatizou Kleber Rosa.