Em dois meses, 13 mil profissionais de saúde foram afastados por Covid e gripe

Em Salvador foram 2 mil

Por Redação
15/01/2022 às 11h20
  • Compartilhe
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Além do desgaste, os profissionais de saúde do país estão sofrendo com a infecção da Covid-19 e Influenza. Para se ter uma ideia, no Brasil, mais de 13 mil profissionais, incluindo médicos, enfermeiros, funcionários administrativos e servidores públicos foram afastados entre dezembro de 2021 e janeiro de 2022 por conta das doenças em 14 capitais. Os dados são do levantamento da Agência CNN feito na sexta-feira (14).

As capitais que mais afastaram profissionais foram: Rio de Janeiro (5.500), São Paulo (3.193), Fortaleza (1.300) e São Luís (1.000).

Em Salvador, segundo o prefeito Bruno Reis (DEM), há dois mil trabalhadores de saúde afastados por conta da infecção do novo coronavírus.