Terminal de contêineres de Salvador bate recorde de movimentação de cargas

Crescimento de 10%, é o maior desde o início das atividades da unidade há duas décadas

Por Fernanda Meneses
10/01/2022 às 17h32
  • Compartilhe

Entre janeiro e dezembro de 2021, o terminal de contêiners da Bahia, recebeu 376,4 mil TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés), fechando o ano com o maior volume já movimentado desde o início das atividades da Wilson Sons que está na capital baiana operando o terminal há mais de duas décadas. A unidade fechou 2021 com um crescimento de 10% na movimentação de cargas na Tecon Salvador.

"Os resultados refletem os investimentos realizados em treinamento de equipe, logística 4.0 e infraestrutura, como a recente ampliação do berço de atracação, que passou de 377 metros para 800 metros. Já são mais de R$ 900 milhões investidos desde que iniciamos as atividades no terminal. Hoje, o Tecon Salvador é o maior hub de logística portuária do Norte e Nordeste, atendendo às principais linhas marítimas do comércio exterior", destaca Demir Lourenço, diretor executivo do terminal.

Em 2021, o destaque foi para a importação impulsionada pelo segmento de energia renovável, que cresceu 78% em relação a ao ano de 2020. No terminal, que opera principalmente as principais linhas marítimas que conectam as regiões Norte e Nordeste ao mundo, desembarcaram 13 mil TEUs, com equipamentos que tinham como destinos os projetos de energia solar no interior do Nordeste e Norte de Minas Gerais.

Destaque também para a alta de 90% das cargas, com o desembarque de 64 mil toneladas de trilhos da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e produtos químicos e granéis, com fertilizantes.

Na área da exportação, o maior número de cargas foi por conta dos segmentos da construção civil, pneus e sucos e polpa de frutas.

Os volumes de transportes de mercadorias entre portos do Brasil, apresentaram incremento de 4,1%, passando de 72,9 mil TEUs em 2020 para 76,0 mil TEUs em 2021.

Os principais produtos movimentados foram também de construção civil, seguido de polímeros diversos e químicos. As operações de transbordo e a remoção, cresceram 63,8%, atingindo a marca de 74,4 mil TEUs.

O terminal conta uma infraestrutura similar à dos maiores portos do mundo e o Tecon Salvador pode receber, simultaneamente, até dois navios New Panamax, que são os maiores porta-containers do mercado, abrindo ainda ainda mais a possibilidade de investimentos e novos negócios para a Bahia