Uber Eats para delivery em restaurantes deixará de funcionar em março

Empresa optou por mudança de estratégia 

Por Redação
06/01/2022 às 21h40
  • Compartilhe
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

A Uber informou nesta quinta-feira (6) a decisão de encerrar, a partir de 7 de março, as operações do serviço de entrega de comida de restaurantes Uber Eats no Brasil. O motivo, segundo a empresa, é uma "mudança de estratégia" para focar apenas em entrega de supermercados e outras lojas, além de pacotes.

"A Uber vai alterar sua estratégia de delivery no Brasil, desativando o serviço de intermediação de entrega de comida de restaurante. O serviço de intermediação de entrega de comida continuará disponível até o dia 7 de março", afirmou a companhia em comunicado.

O anúncio ocorreu um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro (PL) sancionar Projeto de Lei que obriga empresas de aplicativos a contratar para seus entregadores seguro para acidentes durante o período de trabalho. A Uber não mencionou o assunto no comunicado. 

O presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci, diz temer as consequências do aumento na concentração da atividade. Ele lembra que semanas atrás acionistas da startup Delivery Center decidiram encerrar a operação da empresa. Essas novidades podem sinalizar que o mercado brasileiro pode estar pouco atrativo ao investimento na área.

O iFood complica os desejos do setor porque impõe barreiras para os concorrentes ao forçar um modelo de contrato de exclusividade com os restaurantes.

"Pretendemos cobrar uma oposição firme do Cade [Conselho Administrativo de Defesa Econômica] porque estamos cada vez mais preocupados com essa concentração de mercado", explicou Solmucci.

 

* Com informações da Folha de S.Paulo e do Portal UOL.