Bolsonaro diz que PIB do Brasil vai crescer 9% após errar conta básica de matemática

Presidente usou dados do PIB de 2020 e projeção para 2021 para alegar 'milagre' em avanço do indicador

Por Redação
22/07/2021 às 10h16
  • Compartilhe
Foto: Marcos Corrêa/PR
Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, na última quarta-feira (21), que a economia do Brasil, diante das projeções atuais, deve registrar um crescimento de 9% ao final de 2021, na comparação com os últimos dois anos.

Porém, o chefe do Executivo, para chegar ao resultado, acabou errando uma simples uma conta de matemática. 

"Nós vencemos o ano passado, estamos vencendo este. Alguns projetam já um crescimento de 5% positivo este ano. Se é 5% positivo, o ano passado foi 4% negativo, crescemos 9%. Isso é um milagre, é uma coisa inacreditável", afirmou, em entrevista à rádio Jovem Pan.

A conta, porém, está incorreta. Se o país crescer de fato 5% em 2021 o resultado será um avanço de 0,7% em dois anos, de acordo com IFI (Instituição Fiscal Independente), órgão ligado ao Senado.

"Ele cometeu um erro básico. A queda de 4,1% seguida de um eventual aumento de 5% não significa crescimento de 9%. Um valor é negativo e outro é positivo. Para calcular a taxa de variação acumulada é preciso fazer o cálculo composto", afirmou Felipe Salto, diretor executivo do Instituto, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo.