'Eleição em Salvador está indefinida', diz Bacelar

De acordo com ele, alto índice de indecisos e definição de apoio de Rui Costa às candidaturas de oposição podem mudar cenário

Por Yuri Abreu
19/08/2020 às 11h04
  • Compartilhe
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

O pré-candidato à Prefeitura de Salvador, o deputado federal Bacelar (Podemos), disse que a eleição está indefinida na cidade, ainda que Bruno Reis apareça à frente na maior parte das pesquisas. De acordo com ele, o alto índice de indecisos e falta de definição de apoio, por parte do governador Rui Costa (PT), quanto as candidaturas de esquera, podem mudar este cenário.

"[Bruno Reis] é o unico candidato que está na ruas, fazendo campanha. É natural que ele apareça à frente nas pesquisas. Por outro lado, o alto índice de indecisos aponta que a população ainda não está ligada na eleição. No campo da oposição, temos seis ou sete candidaturas, e será preciso definir qual será a estratégia do grupo de Rui na campanha. A eleição está indefinida em Salvador, a campanha não começou", afirmou Bacelar.

Ainda de acordo com o deputado federal, o futuro prefeito da capital baiana vai encontrar uma cidade destroçada em vários sentidos, social e economicamente.  

"O prefeito vai encontrar uma cidade destroçada. Digo que tivemos um isolamento feito de maneira errada. Salvador é campeã mundial de isolamento social. Já são mais de seis meses. O ideal teria sido fechar a cidade toda. Por outro lado, o futuro prefeito vai encontrar a Prefeitura municipal com sérios problemas econômicos", disse o deputado federal, que ainda teceu críticas ao o projeto de refinanciamento que foi encaminhado pelo prefeito ACM Neto (Democratas) à Câmara de Vereadores.