Pular para o conteúdo
Início » Senador solicita adiamento de eleições no Rio Grande do Sul

Senador solicita adiamento de eleições no Rio Grande do Sul

Cleitinho defendeu a unificação das eleições gerais e municipais

O senador Cleitinho (Republicanos-MG) defendeu por meio de um pronunciamento, nesta quinta-feira (13), o adiamento das eleições municipais no Rio Grande do Sul por conta das enchentes que atingiram o estado. O parlamentar ainda questionou o valor destinado ao fundo eleitoral deste ano.

“Vai lá na porta da casa de um cidadão do Rio Grande do Sul, vai lá pedir voto agora para eles. Os políticos não tiveram nem a consciência de começar a estudar uma maneira de não ter eleição no Rio Grande do Sul este ano. Por que um candidato a prefeito, um candidato a vereador, vai entrar na casa de um cidadão hoje, cuja casa está destruída, para pedir voto, inclusive usando fundo eleitoral, para o qual este ano estão autorizados R$ 5 bilhões? Cadê a consciência com o dinheiro público? Cadê o respeito com o dinheiro público? Cadê o respeito com a população do Rio Grande do Sul?”, indagou.

O político defendeu também a unificação das eleições gerais e municipais e pediu que o Senado avalie uma proposta de emenda à Constituição de sua autoria que determina a obrigatoriedade da expedição de cédulas físicas, conferíveis pelo eleitor, para fins de auditoria (PEC 37/2023).

“Está na hora de tramitar essa PEC aqui nas comissões temáticas, e a gente poder colocar essa PEC para ser votada, porque tem uma parcela da população brasileira, metade da população brasileira, que é o patrão que sai para votar, que quer mais segurança. Eu não estou aqui, gente, falando que tem coisa errada não, porque eu já fui eleito três vezes. Eu não sou hipócrita e demagogo. Mas qual é o problema de aprimorar? (…) Qual é o problema de trazer mais segurança às urnas, se o povo que sai para votar quer?”, finaliza.